quinta-feira, 15 de maio de 2014

O DIABO A NOSSA VOLTA,CHAMA-SE VIOLÊNCIA,SEM AMOR AO PRÓXIMO,ASSIM O MUNDO VAI ACABANDO


As imagens esclarece o mundo cruel e seus habitantes,um planeta que aos poucos vem perdendo o amor ao próximo.Cenas brutais de um massacre humano mostra a realidade desta escrita.

Não é de hoje que a humanidade vive em desorganização tanto política quanto social o que cria situações conflitantes que causam séria preocupação quanto a harmonia na convivência em comunidade que exige dos habitantes um determinado grau de comprometimento, profundidade e amor. 

De maneira geral, pode-se dizer que no mundo inteiro, o amor, o perdão, a fraternidade, desapareceram da alma humana, nascendo o egocentrismo com acentuação do interesse próprio, mesmo em detrimento de outrem. O amor ao próximo que era tido como um preceito divino, hoje, para a maioria, é simples utopia. As autoridades de qualquer lugar deste planeta, atordoadas com tamanha desorganização social, onde é cada um por si e nenhum por todos, não sabem e nem têm o que fazer porque já perderam o rumo nesse mundo egoistico, pleno de incertezas e contradições. Enquanto isto, da desorganização nasce a violencia e as ações contra ela são opacas e não podem surtir os efeitos desejados. 

Na estrada da desorganização humana caminham problemas que se aproveitam da situação para estabelecer moradia, como é o caso das drogas que se apossaram dos jovens, contaminando-os pelo vicio incontrolável e os dizimando pela violência gerada pelo tráfico. Os Jovens de hoje, da maior parte do mundo, está-se dizimando no consumo de drogas ou tragados pela violência que chegou com elas. Enquanto isto, os governos fecham os olhos, deixando de investir na educação, na saúde e na segurança, um trio que deve sempre estar presente nas ações governamentais, mas, que em muitos países é esquecido e jogado para escanteio, como é o caso de alguns Estados em nosso país. Todo mundo sabe que as drogas causam em seus usuários problemas mentais graves que os levam á imperfeição moral, fazendo nascer o instinto mau que leva o homem à violência contra o próximo, por motivos, muitas vezes fúteis. As drogas, sejam quais forem elas, impedem o desenvolvimento espiritual e o aperfeiçoamento moral, permitindo a violência como fato natural no cotidiano das comunidades. 

Não podemos negar que o ambiente que construímos onde vivemos, usando a argamassa dos nossos interesses, pode contribuir de maneira primordial para o processo evolutivo da violência pela dificuldade na convivência. Devemos, porem, ter consciência de que esse meio em que vivemos é criado e mantido por nós mesmos, segundo nossas conveniências, o que pode ser mudado com a correção dos nossos erros se nos permitir a mudança de rumo dos nossos interesses, voltando-o para o próximo, aceitando-o como irmão. 

Partindo desse principio, o combate à violência não se deve fazer com exércitos armados, nem levando o homem violento para o cárcere, mas, criando métodos que permitam a modificação dos sentimentos humanos substituindo o egoismo pela fraternidade; o ódio pelo amor. É conscientizar o homem de que todos os seres humanos nasceram do mesmo Pai e todos, sem exceção, são irmãos, membros de uma só família onde deve haver o amor e o respeito mutuo. “Amai-vos uns aos outros”, disse o Mestre Jesus que conhecia a nossa condição de irmãos pela paternidade Divina; 

Resumindo este histórico.Oque somos nós?Nós somos vítimas da violência estúpida que afeta todo mundo, menos esses vagabundos lá da cúpula corrupta hipócrita e nojenta Que alimenta a desigualdade e da desigualdade se alimenta Mantendo essa política perversa Que joga preto contra branco, pobre contra rico e vice-versa Pra eles isso é jogo, esse é o jogo Se morre mais um assaltante ou mais um assaltado, tanto faz Pra eles não importa, gente viva ou gente morta É tudo a mesma merda Os velhos nas portas dos hospitais, as crianças mendigando nos sinais Pra eles nós somos todos iguais Operários, empresários e presidiários e policiais Nós somos os otários ideiais Enquanto a gente sua e morre Só os bandidos de gravata seguem faturando e descansando em paz Enquanto esses covardes continuam livres, nós só temos grades Liberdade já não temos mais! 

CENAS FORTES CLICK AQUI

Portal A Desgraça/C Edição José Prates

Nenhum comentário:

Postar um comentário