PREFEITURA DE INHAPI

domingo, 3 de abril de 2016

Governo de Alagoas garante liberação de mais R$ 4,8 milhões para construção de cisternas

Cidades Investimento servirá para construção de cisternas de 2ª água, barragens subterrâneas e tanques de pedra beneficiando 2 mil famílias em 14 municípios Agência Alagoas

O Governo do Estado garantiu a liberação, junto ao Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), de mais R$ 4,8 milhões para a instalação de cisternas e construção de barragens do programa Água para Todos em 14 municípios do Agreste e Sertão de Alagoas. 

As tecnologias a serem construídas nesta etapa do programa são destinadas ao armazenamento de água das chuvas para utilização na produção de alimentos e criação de animais. 

De acordo com o secretário de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Álvaro Vasconcelos, mesmo com as chuvas que caíram recentemente em Alagoas, é necessário manter o foco no combate aos efeitos da estiagem na região do semiárido. 
]
“Queremos que a chuva continue, mas precisamos estar preparados para a seca. As tecnologias que fazem parte dessa segunda etapa do Água para Todos garantem a manutenção dos rebanhos e a irrigação de pequenas lavouras, o que evita que o homem do semiárido seja obrigado a abandonar sua terra. A continuidade do programa faz parte dos esforços da Seagri e do governador Renan Filho em oferecer uma nova Alagoas ao trabalhador rural, ao agricultor familiar, aos assentados e ao pequeno produtor em geral, onde seja possível conviver com as intempéries do clima em algumas regiões”, destacou o secretário. 

O superintendente de Inclusão Produtiva da Seagri, Israel Alcântara, mais de 2 mil famílias serão beneficiadas nesta etapa do Água para Todos nos municípios de Igaci, Craíbas, Piranhas, Olho D’Água do Casado, Palmeira dos Índios, Girau do Ponciano, Traipu, Estrela de Alagoas, Água Branca, Pariconha, Delmiro Gouveia, Coité do Noia, Arapiraca e Lagoa da Canoa

“A secretaria dará ainda o apoio na produção de alimentos com a implantação de mudas frutíferas, hortas e criação de pequenos animais, considerando sempre a vocação da família, as condições técnicas do ambiente, entre outros fatores”, explicou Alcântara.Tecnologias sociais 

As cisternas do tipo “calçadão” consistem na instalação, em terrenos inclinação regular, de placas de cimento e com capacidade para 52 mil litros para armazenamento da água da chuva por meio de um calçadão que capta e armazena água para a produção de alimentos, plantas medicinais e criação de pequenos animais potencializando os quintais produtivos. 

A construção das barragens subterrâneas consiste na instalação um septo impermeabilizado na porção mais profunda de um rio ou riacho, cuja finalidade é impedir que a água nele existente, continue a escoar durante o período da estiagem. A estrutura permite um melhor aproveitamento da camada saturada de água acumulada no seu interior, possibilitando a sua captação por bombeamento ou mesmo manualmente, para o consumo humano, animal e irrigação de hortas e pequenos pomares. 

Os tanques de pedra são construídos a partir das condições do terreno, devendo principalmente haver a ocorrência de afloramento de rocha ou lajeiro. É uma condição a partir da qual já se dar algum acúmulo de água por ocasião das chuvas, potencializada pelo levantamento de paredes de alvenaria ou tijolos. O uso desse tipo de reservatório será prioritariamente para lavagem de roupas e consumo animal. 

Agencia de Alagoas

Nenhum comentário:

Postar um comentário