sábado, 31 de janeiro de 2015

Sergipanos morrem carbonizados em colisão entre carros que deixou outros três feridos

Vítimas teriam ficado presas a ferragens de veículo que pegou fogo depois de colidir de frente com outro, em Piranhas.
Duas pessoas morreram carbonizadas e três ficaram gravemente feridas em uma colisão envolvendo dois carros de passeio, na manhã deste sábado (31), em um trecho da AL-225, no município de Piranhas. Apenas uma das vítimas do acidente foi identificada até o momento.

Um Celta com três ocupantes, sendo um homem, uma mulher e uma criança, teria colidido de frente com um Fiat Pálio Weekend que estaria com duas pessoas, uma delas identificada como Cícero Arnóbio Vieira Júnior, 31, portador de um distintivo do Poder Judiciário.

Com o impacto da batida, o casal que estava no Celta ficou preso às ferragens do veículo e não teve como ser resgatado por populares que retiraram a criança que estavam no banco de trás do veículo que entrou em chamas pouco tempo depois. O homem e a mulher ainda estariam com vida, mas morreram queimados.

Os ocupantes do outro carro envolvido no acidente e a criança que seria filha do casal que morreu sofreram vários ferimentos e foram levados para o hospital de Piranhas. O estado de saúde deles seria grave e oferecia risco de morte.

Nossa reportagem apurou que as vítimas do carro que pegou fogo eram feirantes, moradores de Canindé de São Francisco – SE, que no momento do acidente estavam se dirigindo para a feira-livre da cidade de Olho D’água do Casado, onde vendiam frutas e verduras.

Os corpos foram levados para o necrotério do hospital de Delmiro Gouveia, de onde foram recolhidos pelo Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca.

Fotos Central do Sertão
Matéria: Minuto Sertão
Por Jota Silva

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Secretaria Municipal de Educação de Inhapi premia professores e coordenadora destaque


Criatividade, desempenho, assiduidade, aprendizagem e desenvolvimento de projeto, foram os critérios avaliados pela equipe da SEMED para a premiação dos homenageados.
Por: Redação
Créditos: Central do Sertão

A Prefeitura Municipal de Inhapi, através da Secretaria de Educação (SEMED), homenageou em solenidade ocorrida nesta sexta-feira (30) na Escola Municipal Nossa Senhora do Rosário, 01 coordenador e 12 professoras que se destacaram.

A homenagem justa e merecida não é por acaso, afinal, Inhapi tem se destacado em competições locais e nacionais, concursos de redação e olimpíadas de diversas disciplinas e isso se deve em muito a dedicação dos profissionais de ensino do município. E foi como o objetivo de valorizar estes profissionais que surgiu a necessidade de homenageá-los.

O evento que ocorreu em plena semana pedagógica contou com a participação de centenas de professores, coordenadores e toda a equipe da SEMED, que além dos professores, também premiou uma coordenadora pedagógica pelo excelente trabalho que desenvolveu durante o ano letivo.

As premiações distribuídas foram em placas personalizadas pela dedicação e qualidade da educação, e apesar do valor simbólico, foram recebidas com muita satisfação pelos homenageados.

“É com grande orgulho que estou aqui para prestar essa homenagem e participar de um evento em que se destaca o envolvimento dos profissionais de ensino deste município na melhoria da educação pública deste país. Esse tipo de atividade é muito importante para a educação de nossa cidade, pois nos dá a certeza de que estamos no caminho certo” - Destacou o Secretário Municipal de Educação Moab Damasceno.

Os homenageados não esconderam a alegria de serem reconhecidos com o prêmio “Professores e coordenadora destaque 2014”. A exemplo da professora Edjania Brandão, concursada efetiva da rede pública municipal de ensino, que reside em Canapi, mas leciona diariamente na Escola Municipal Senador Rui Palmeira, localizada no Povoado Promissão em Inhapi.

“É uma alegria muito grande ser uma das profissionais destaque na educação municipal e ver o nosso trabalho sendo reconhecido. Espero contribuir muito mais, e não pouparei esforços para isso” - Disse a educadora.

Esta foi à terceira edição do prêmio, o qual deve se repetir pelos próximos anos, conforme compromisso firmado pelo secretário municipal de educação.


Confira abaixo o momento da premiação de todos os homenageados pela equipe da SEMED.
















MACEIÓ: MAIS DE 2.500 PESSOAS JÁ FORAM BENEFICIADAS COM CASA DE APOIO INHAPIENSE

Apesar do custo muito alto para o município, em vista da distância, manutenção do local e da equipe, o prefeito Zé Cícero não mede esforços para manter a Casa de Apoio disponível para a população que necessita de tratamento médico em Maceió. "Manter a casa de apoio equipada e com qualidade é uma honra para mim como gestor municipal, e faz jus ao povo inhapiense", afirma o prefeito. E lembra: "há casos em que os pacientes choram de alegria quando são informados que vão dormir, se alimentar e serem transportados com todo apoio do poder municipal".

O prefeito de Inhapi, Zé Cícero (PT), preocupado com o bem-estar das pessoas do município que precisam realizar tratamentos e exames especializados, estruturou com recursos próprios casa de apoio em Maceió. O local permite ao paciente e acompanhante comodidade e alimentação. Atualmente são acolhidas em média 25 pessoas por semana, totalizando em dois anos mais de 2.500 pacientes.

A prefeitura, través da secretaria de Saúde, disponibiliza duas viaturas e uma equipe de profissionais, composta de motoristas, enfermeiros, cozinheira e serviços gerais para deslocar e acompanhar os pacientes, além de, caso necessário, marcar consultas e exames.

A senhora Cícera Vieira, residente no sitio Batata, que já utilizou o serviço durante o seu tratamento, até uma vez por semana, afirmou: "a casa é ampla e arejada, tudo com o maior amor e carinho do mundo. Sem a casa de apoio não teria como pagar hotel, o dinheiro mal dá para os exames".

 ASCOM 

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Vídeo da Viatura da Polícia Civil pegando fogo em frente à delegacia de Inhapi


Veículo foi totalmente destruído pelo fogo que teria sido ateado por duas pessoas durante a madrugada. 
Uma viatura da Polícia Civil de Alagoas (PC/AL) foi incendiada durante a madrugada desta terça-feira (27), por volta das 3h, em frente à delegacia de polícia, na Rua Evaldo Brandão, centro da cidade de Inhapi.

Segundo testemunhas, duas pessoas desconhecidas chegaram a pé na localidade e atearam fogo no Corsa Wind, de cor branca e placa MUW-1967/Maceió-AL que foi totalmente destruído pelas chamas. No momento da investida, havia pelo menos um agente policial estaria de plantão na delegacia, mas o mesmo não teria percebido a ação. 



Fotos Central do sertão
matéria: Jota Silva 

Igreja suspende Bispo fez casamento gay em Alagoas

CASAMENTO GAY. Cerimônia religiosa provoca reação do clero
Igreja Católica Brasileira suspende bispo

Igreja Católica Brasileira suspende bispo

Depois de celebrar, de forma inédita no Brasil, o casamento entre dois homens, em um salão de festas de Maceió, o bispo Fernando Antonio Sampaio Pugliese foi afastado das atividades da Igreja Católica Apostólica Brasileira. 

A decisão de suspensão de ordem foi publicada no site oficial da instituição e vai ser encaminhada ao religioso por meio de correspondência. A diocese de Maceió reagiu com perplexidade, classificando a atitude do bispo como pura desobediência. Mesmo sem ser informado oficialmente, Fernando Pugliese diz que acionará a Justiça.

Por força do decreto, o bispo está proibido de celebrar missas e todos os demais sacramentos, pregar publicamente em nome da Igreja Católica Brasileira até que o caso seja analisado pelo Superior Tribunal Eclesiástico, onde ele deve apresentar a defesa no prazo de 30 dias, a contar da data que receber a correspondência. Além da suspensão, a diocese ainda destituiu Pugliese dos compromissos e encargos que ele ocupava no clero da capital. A decisão é assinada pelo bispo diocesano de Maceió, dom Walber Rommel Coêlho Galvão Barros.

De acordo com ele, padres e bispos da Igreja no Brasil ficaram constrangidos com a celebração do casamento gay e exigiram uma punição imediata. “Houve desobediência à doutrina da Igreja e todo episcopado está abatido e chocado, pois não esperava uma atitude dessas de um homem que sempre teve suas convicções respeitadas, independentemente de não serem unânimes”, avalia dom Walber.

Fonte: Gazeta de Alagoas