quinta-feira, 31 de março de 2016

Prefeitura de Inhapi realiza posse de candidatos aprovados em concurso

11204872_742929615843691_8462765053310560616_n
Na manhã desta Quarta-feira a prefeitura de Inhapi realizou a posse de 90 candidatos aprovados no concurso público do município.

Os primeiros empossados integrarão a equipe da Secretaria de Educaçao e estão entre professores, vigias, merendeiras e assistentes administrativos.
Todo processo realizado de forma transparente e objetiva, o prefeito Zé Cicero juntamente com os secretários Moab Damasceno (Educação) e Tiago Guerra (Administração) deram boas-vindas aos novos servidores.
Inhapi sempre a frente como modelo de administração no estado e principalmente no triângulo sertanejo.

quarta-feira, 30 de março de 2016

Câmara Municipal aprova regulamentação da ampliação da concessão dos adicionais de insalubridade e periculosidade aos servidores estatutários do municipio.

Projeto de lei foi enviado pelo Poder Executivo Municipal.
Por: Redação
Nesta terça-feira (29), a Câmara Municipal de Vereadores de Inhapi aprovou um projeto de lei de autoria do Poder Executivo Municipal regulamentando a ampliação da concessão dos adicionais de insalubridade e periculosidade aos servidores estatutários do municipio.
O projeto foi aprovado por unanimidade entre os vereadores estabelecendo aos servidores em pleno exercício de atividades em condições de insalubridade o direito ao adicional respectivo, que será de 10% para o grau minimo, de 20% para o grau médio e 40% para o grau máximo do salário base do servidor. Já com relação ao abono de periculosidade foi assegurado ao servidor o direito ao adicional de 30% também correspondente ao salário base inerente ao cargo exercido.
Em sua justificativa para concessão do benefício enviado a Câmara, o prefeito José Cícero Vieira afirma que o projeto atende aos preceitos da administração pública e as diretrizes estabelecidas no Regime Jurídico, dentre outras finalidades. Ademais, proporcionará ao municipio e a estes profissionais uma estabilidade administrativa, pois, a um vai possibilitar ao municipio um eficaz plancamento de suas finanças, a dois, o profissional terá garantia de uma remuneração justa, proporcional ao labor desempenhado.
Pelo menos 40 pessoas entre agentes comunitários de saúde e endemias, bem como, outros servidores municipais efetivos que lotaram o plenário da Câmara e no final comemoraram a aprovação.

MEU AGRADECIMENTOS,AO PREFEITO JOSÉ CÍCERO DE INHAPI-AL,OS VEREADORES,LÁ PRESENTES, PELA APROVAÇÃO DA NOSSA SALUBRIDADE QUE AGORA É LEI. À MEUS AMIGOS AGENTE É AO NOSSO SINDICATO SINDACS-AL, NO QUAL FAZEMOS PARTE. OBRIGADO A TODOS.


segunda-feira, 28 de março de 2016

Jovem tem moto roubada em Inhapi

Por redação
Uma moto Honda/CG Fan 125 -2006/2007 preta placa DUX 2276 INHAPI-AL foi roubada na manhã  desta segunda-feira, (28) na Avenida Senador Rui palmeira, centro de Inhapi. De acordo com informações do dono conhecido como Jorge, a moto estava em frete a praça Frei Damião  quando foi levada. 

Quem souber de informações que levem até o encontro da motocicleta entrem em contato com a guarnição do GPM do municipio de Inhapi pelo número: (82) 3645-1653  ou 981024689 Sargento Henrique   não precisa se identificar.

domingo, 27 de março de 2016

Vídeo e Fotos: Padre pede perdão por intolerância e beija pés de transexual, em São Paulo


Na véspera da Páscoa, um vídeo que nega a transfobia e incita o respeito e a aceitação emocionou internautas. Nele, o padre Júlio Lancellotti, da Arquidiocese de São Paulo, beija os pés de Sheila, uma transexual que acompanhava a Via Sacra do Povo da Rua, organizada por uma Pastoral da cidade.

O sacerdote pediu também perdão pela intolerância e pelo desrespeito praticados contra ela e contra outros “irmãos e irmãs” que, assim como ela, “têm sua própria maneira de ser”. Publicadas no Facebook, imagens viralizaram e conquistaram a aprovação de milhares de pessoas.

Ao EXTRA, o padre disse, em entrevista por telefone, que o gesto não foi planejado, e que agiu para mostrar a ela e outros moradores de rua que a violência ertre eles era inaceitável:


— Ela estava deitada em meio a um grupo, quando passamos fazendo a Via Sacra, e veio em nossa direção falando sobre sua fé, muito emocionada, envolvida com a encenação de "O filho pródigo". Aquela reação me tocou, porque sei que ela é uma figura extremamente vulnerável e, para muitas pessoas, censurável e indesejável. Então, quis dizer a ela " Deus ama você do jeito que você é" — contou o padre.

Segundo o religioso, Sheila chegou a interferir durante a encenação de uma passagem da parábola do filho pródigo e, numa cena em que um personagem apanha, ela pediu que parassem.

— Fiquei muito mexido, porque sei que moradores de rua e principalmente transexuais apanham muito, de todos os lados. Então, resolvi perguntar o nome dela, que me respondeu com o coração muito puro. Depois que beijei seus pés, ela colocou as duas mãos nos meus ombros e, para mim, mostrou como se sentiu aceita, não se sentiu rejeitada. Essa é a mensagem: Deus nos ama por misericórdia, não porque somos melhores do que alguém, por merecimento — completou o padre.

O vídeo, com quase 40 segundos, é possível ver Sheila com os braços cruzados, incomodada com o gesto do padre de se abaixar para beijar seus pés. Ela

chega a perguntar “Perdão por quê?” ao padre, que volta a explicar o motivo: “As pessoas maltratam você. E eu queria que você aceitasse uma coisa que eu vou fazer”, diz o religioso.

Depois do gesto do padre, ovacionado por um grupo que acompanhava o evento, Scheila também bate palmas e repete o gesto do religioso, beijando seus pés.
Internautas aprovaram a atitude:

"Sejamos a transformação! Sejamos aquilo que o mundo precisa!", comentou um internauta. "Que lindo gesto", escreveu outro. "Vamos seguir esse exemplo", opinou um terceiro.

Internautas aprovaram a cena:"Sejamos a transformação! Sejamos aquilo que o mundo precisa!", comentou um internauta. "Que lindo gesto", escreveu outro. "Vamos seguir esse exemplo", opinou um terceiro.

Fonte: Extra Online

Todas as fotos: II Missa do Vaqueiro é realizada no sítio Roçado em Inhapi.

Organizada pelo Vereador Valter Elias e família o evento contou com a presença de mais de 300 vaqueiros da região.

Por: Redação
Na tarde deste domingo (27) cerca de 300 cavaleiros, entre eles o organizador do evento o vereador Valter Elias e o pároco, padre Eraldo pré-candidato a prefeito de Delmiro Gouveia, participaram da II edição da Missa do Vaqueiro no sítio Roçado em Inhapi. 

A celebração contou com a presença, dos vereadores, Divan Ferreira, Walter de Elias, Vaninho e Benzol, Após a missa houveram algumas premiações e discursos emocionados, com destaque as palavras do vaqueiro e organizado Valter Elias que já considera a festa uma das maiores da região não apenas pela grande quantidade de vaqueiros que dela participam, mas por manter viva uma das mais tradicionais festas culturais do nordeste.

E como toda e boa festa nordestina sempre acaba em forró, a noite a população pode dançar até raiar o dia.







































Adolescente morre de choque elétrico em Petrolândia, no Sertão de Itaparica

Morreu na madrugada deste domingo, dia (27), a adolescente Roseli Rodrigues da Silva, 17 anos, após receber uma descarga elétrica na saída de um evento realizado na Casa de Show Velho Chico no centro de Petrolândia, no Sertão de Itaparica.


Segundo informações do Site Petrolândia Notícias, a adolescente residia na quadra-11 em Petrolândia estava acompanhada de sua irmã de 25 anos. As duas se deslocavam na saída do evento, quando a adolescente pegou em uma grade de ferro na parte esterna do clube onde recebeu uma forte descarga elétrica.
Sua irmã também se acidentou ao tentar socorrer a mesma, em seguida ambas foram socorridas pela equipe de Bombeiros que rapidamente chegou ao local, levando-as para a Emergência do Hospital Municipal Dr. Francisco Simões de Lima. Logo após o fato a guarnição da Policia Militar da 4ª CIPM de Petrolândia, foi acionada realizando o cancelando do evento para darem prosseguimento as investigações do fato.

Blog: O Povo com a notícia

sexta-feira, 25 de março de 2016

Prefeitura de Canapi usa comprovantes de pagamentos de outro débito como "prova" de repasse das contribuições sindicais.

SINDSCAN desmente prefeitura e diz que comprovantes apresentados como sendo o pagamento das contribuições sindicais é na verdade o pagamento da contribuição anual de Abril de 2015, mês no qual todos os anos é descontado um dia de trabalho de todos os servidores sindicalizados.

Por: Canapi Agora
NOTA: SINDSCAN

É completamente falsa a informação que a Prefeitura Municipal de Canapi realizou o depósito de 22 mil reais na conta do SINDSCAN correspondente ao repasse das contribuições sindicais dos servidores municipais sindicalizados do ano de 2015, e que os comprovantes de transferência bancária que a prefeitura fez questão de divulgar como sendo o pagamento de tal débito é na verdade a quitação de outra dívida da atual gestão para com este sindicato relativa ao pagamento da contribuição anual de Abril de 2015, mês no qual todos os anos é descontado um dia de trabalho de todos os servidores municipais devidamente sindicalizados.

Portanto, o município continua em débito com o SINDSCAN desde o mês de Abril de 2015 quando foi feito o ultimo repasse das contribuições mensais, descontada da folha de pagamento dos Servidores Públicos municipais. 

Estive por várias vezes com o Sr. Jessé e em um destes encontros no mês de Novembro, também esteve presente o hoje Secretário de Finanças Sr. "Testinha". Na ocasião, firmamos um acordo no qual o município se comprometeu a efetuar os repasses em atraso de Maio a Dezembro/2015, contudo, ao chegar o mês de janeiro, como nas demais vezes, o município não cumpriu com o acordo. 

Ainda sobre o pagamento da contribuição anual que o municipio também encontrava-se em débito no período, o Sr. Anderson Horácio, atual Secretário de Governo sabe muito bem da origem destes pagamentos ora apresentados, que como já fora dito, são correspondentes a contribuição anual que o municipio não repassou em Abril/2015 vindo a efetuar o pagamento apenas em Dezembro. 

Querem provar que estão em dias com o repasse das contribuições sindicais dos servidores, mostrem os comprovantes dos depósitos mensais durante esses meses: Maio a dezembro de 2015, Janeiro e fevereiro de 2016.

Abraços a todos e todas!

Att;
Josimário José da Silva
Presidente do SINDSCAN

Veja AQUI a nota enviada ao Blog Canapi Agora após a matéria em que o SINDSCAN denuncia o não repasse pela Prefeitura Municipal das contribuições mensais dos servidores municipais sindicalizados.

quinta-feira, 24 de março de 2016

Sem receber os repasses das contribuições sindicais dos servidores municipais pela prefeitura a pelo menos 10 meses, SINDSCAN realiza assembléia em Canapi.

Por maioria de votos, categoria decidiu ir a Câmara Municipal pressionar os vereadores pela aprovação do projeto de lei municipal de concessão do reajuste salarial ainda para este mês. Não houve encaminhamento relativo ao repasse das contribuições sindicais.

Por: Canapi Agora
Créditos: Canapi Agora

Na manhã desta quarta-feira (23) o SINDSCAN - Sindicato dos Servidores Públicos de Canapi realizou uma assembléia com os servidores da educação (Professores e quadro administrativo) para tratar de assuntos relacionados a previdência municipal (IPREV) e o reajuste salarial da categoria fixado pelo governo federal em 11,36% retroativo a Janeiro. A reunião contou com cerca de 80 servidores, entre professores, vigias, auxiliar de serviços gerais, agentes administrativos e outros servidores filiados, além de aposentado e pensionistas do IPREV.

A assembléia foi presidida pelo presidente Josimário José da Silva no espaço social do sindicato, onde não haviam cadeiras e os servidores foram se acomodando no chão mesmo, graças a falta de recursos do sindicato que não dispõe de recursos para aluguel das cadeiras, visto que há pelo menos 10 meses não vem recebendo os repasses das contribuições sindicais dos servidores pela Prefeitura Municipal apesar do desconto de 1% feito na folha de pagamento de toda a categoria sindicalizada.

De acordo com Josimário, além da contribuição sindical, outros 11% são descontados do pagamento dos servidores para fins previdenciários, no entanto, este percentual também não vem sendo repassado ao instituto de previdência própria do municipio, fato este, que tem sido alvo de inúmeras ações judiciais impetradas pelo SINDSCAN contra a atual administração municipal.

Ainda de acordo com o sindicalista a atual gestão municipal vem fazendo de tudo para prejudicar e dificultar as ações do sindicato, caluniando seus dirigentes, não repassando as contribuições dos servidores consignadas em folha e plantando discórdia entre o SINDSCAN e o Sinteal que representa a classe de professores no estado, tanto é que sabendo da assembléia o prefeito teria convocado as pressas os dirigentes do núcleo regional da entidade para anunciar a concessão do reajuste através de fotos em que o prefeito aparece abraçado com uma das dirigentes, atitude repudiada pelo presidente do SINDSCAN que disse que não tira foto abraçado com prefeito, no máximo uma foto em que ambos estejam sentados a mesa discutindo a garantia dos direitos dos servidores.

"Não que este seja o caso dos companheiros em questão, mas presidente de sindicato não pode ser aliado de prefeito, é nossa obrigação ser imparcial. Quando há ligação partidária entre uma liderança sindical e o prefeito pode ter certeza que sua prioridade não é defender os direitos dos trabalhadores" - Desabafou.

Visivelmente preocupado com a atual situação do sindicato, Josimário fez um resumo dos compromissos que o SINDSCAN não tem conseguido cumprir devido a falta de recursos que a prefeitura insiste em não repassar, e que apesar da ilegalidade cometida pela atual gestão só lhe resta esperar que o Ministério Público faça-se cumprir a lei. 

Mas apesar de toda essa dificuldade pelo qual o SINDSCAN vem passando Josimário acredita que com o apoio da nova diretoria eleita este ano, o sindicato se fortalecerá e continuará sem baixar a cabeça para os mandos e desmandos desta ou de qualquer outra administração municipal que insista em violar os direitos dos servidores do municipio.

Já com relação ao reajuste salarial proposto pelo Governo Federal para os professores de 11,36% que já deveria está sendo pago desde Janeiro, Josimário também se mostrou preocupado com relação ao pagamento deste corrente mês, uma vez que apesar de ter divulgado a concessão do reajuste junto ao Sinteal o atual gestor não informou quando o projeto será enviado a Câmara para aprovação, uma vez que a próxima sessão está marcada para a próxima terça-feira (29) praticamente no ultimo dia do mês, fato que pode tornar inviável a concessão do beneficio ainda para este mês. Por esse motivo, a categoria decidiu que se fará presente a sessão, tanto para acompanhar a votação do projeto, como também para saber se o mesmo será retroativo a Janeiro e se pago em parcela única.

A reunião foi bastante produtiva, no entanto, o reduzido número de servidores presentes e a falta de interação dos participantes deixou um clima de aparente "satisfação" dos servidores com a forma que o atual prefeito vem administrando os recursos da educação, afinal, se os servidores não se manifestam, não comparecem as assembléias e entram mudos e saem calados da reunião é porque supostamente aprovam as atitudes do atual gestor para com a categoria, foi o que afirmou o professor Luiz Vieira e outro servidor municipal que fez uso do microfone.

Uma classe desunida e absurdamente partidarista
Por: Marcio Martins

Sei que o que falarei agora não irá agradar a muita gente, se bem que isso hoje muito pouco me importa, pois vivo de consciência limpa e isso é o que verdadeiramente faz a moral de um homem. Acompanho a luta deste sindicato desde sua criação quando a companheira Benedita e o próprio Josimário tiraram do bolso recursos para transforma-lo no que hoje ele é, por esse motivo, vejo com imensa tristeza tamanho retrocesso, pois é do bolso mais uma vez que Josimario tem conseguido manter o básico do básico da estrutura que o SINDSCAN precisa para continuar a defender os direitos de quem muitas vezes não merece de forma alguma ser defendido.

Se hoje o SINDSCAN é atuante e ao longo deste anos tem conquistado tantas vitórias e conquistas para os servidores municipais, isso se deve graças a luta da companheira Benedita e da gestão anti-partidária e imparcial do seu atual presidente, pois esse sim defende os trabalhadores e não os eleitores de prefeito A ou B. Mas embora o seu presidente mantenha essa postura admirável, é vergonhosa a atitude da grande maioria da categoria a qual ele tão bem representa, uma classe desunida e absurdamente partidarista, que tem sido assim nesta gestão, assim como foi na gestão anterior. Chega a ser repugnante o comportamento deste tipo de servidores. 

Lembro como hoje quando ainda na gestão do ex-prefeito Zé Hermes o SINDSCAN convocava suas assembléias e com raras exceções quem comparecia era justamente os servidores eleitores do atual prefeito Celso Luiz, mas agora que Celso Luiz é o prefeito e Zé Hermes o principal nome de "oposição", quem agora participa das reuniões do SINDSCAN, também com raras exceções são justamente seus eleitores, pois os eleitores do atual prefeito, das duas uma, ou temem alguma represália (que não era diferente na gestão anterior), ou não querem se colocar de certa forma contra a vontade do atual gestor, mesmo estes estando ali a buscar unica e exclusivamente o que lhes é de direito.

O que essas pessoas não vêem ou não querem enxergar é que desta forma estão contribuindo para a transformação do SINDSCAN em um departamento da prefeitura que atende a interesses meramente políticos daqueles que ao invés de lutarem por seus direitos preferem se humilhar aos gestores em troca de cargos, empregos, contratos para parentes, gratificações e ou promoções. É o individualismo teimando em reinar entre a grande maioria daqueles que fazem esse municipio "girar" e sobre boa parte daqueles que possuem a importantíssima função de educar e formar cidadãos.

Mas apesar de está rodeado de centenas de pessoas partidaristas que não estão nem ai para o fortalecimento da classe trabalhadora, que só pensam em "rateio" e vantagens pessoais, e que só lotam as dependências do sindicato nas festas do 1º de Maio, enquanto na presidência do SINDSCAN estiver o professor Josimário José da Silva, a entidade sindical não se transformará em um departamento da Prefeitura Municipal, haja visto, que o sindicalista já demonstrou que ao contrário da grande maioria de seus colegas de profissão, ele não tem preço.

Pois bem, enquanto as pessoas não entenderem que é justamente daquele que votamos que temos que cobrar muito mais do que daquele que não votamos a tendência é que o que já está ruim piore ainda mais, principalmente quando optam por acordos semelhantes aqueles eleitores que vendem seu voto por 20, 30 ou 50 reais prefiram se omitir.

Para finalizar compartilho com todos o link de uma matéria deste blog, publicada em 06 de Março de 2012, quando ainda na gestão do ex-prefeito Zé Hermes o SINDSCAN travava esta mesma luta em defesa do reajuste de 22% concedido a época pelo Governo Federal também retroativo a Janeiro. A pergunta é! Onde estavam os revoltados de hoje que nesta época não se viam tão revoltados reivindicando seus direitos? Seja Celso Luiz, Zé Hermes ou qualquer outro prefeito que para chegar ao poder utilize das mesmas práticas de sempre de se fazer eleição neste municipio, jamais o povo terá vez, ou melhor, até que terá, depois de enfrentar um a enorme fila de compromissos individuais assumidos pelo gestor durante a campanha.

SINDSCAN COBRA DA PREFEITURA MUNICIPAL REAJUSTE SALARIAL DOS PROFESSORES.

http://canapiagora.blogspot.com.br/2012/03/sindscan-cobra-reajuste-salarial-dos.html


Aumento corresponde a 22% e deveria ser concedido em Janeiro, como determina o novo piso nacional da categoria.