Faça-nos uma visita!

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Alagoas tem maior número de jovens assassinados no Brasil, diz pesquisa

Foram 138 homicídios a cada 100 mil habitantes em 2012. Dados são do "Mapa da Violência 2014. Os jovens do Brasil".

O estudo "Mapa da Violência 2014. Os jovens do Brasil", trouxe Alagoas mais uma vez à frente dos demais estados brasileiros em relação ao número de homicídios, dessa vez de jovens com idade entre 15 e 29 anos em 2012. Foram 138,3 mortes a cada 100 mil habitantes, como mostrou a reportagem do Fantástico na noite deste domingo (29).

De acordo com o secretário de estado da Defesa Social, Diógenes Tenório, há policiamento nas ruas para combater o crime, mas faltam políticas públicas em favor dos jovens. O secretário admitiu ter medo da violência desenfreada no estado. "Essa é a realidade, se você quer saber. Eu tenho medo que a minha própria família seja vítima de um negócio desses [crime de homicídio], de perder um dos membros [da família] porque os marginais estão à solta", revelou o secretário em entrevista ao Fantástico.

Os estados do Espírito Santo e do Ceará aparecem como segundo e terceiro estados do país com a maior média de assassinatos de jovens, mas ainda com um número menor que o registrado em Alagoas: 101,7 e 94,6 homicídios a cada 100 mil habitantes respectivamente.

Para Julio Jacobo Waiselfisz, Coordenador da Área de Estudos da Violência da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FLACSO) e responsável pelo estudo realizado em parceria com Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americano (Cebela), as taxas de homicídio em Alagoas são alarmantes. "Não têm equiparação na história do país", revela.

Em maio, uma prévia do estudo havia revelado uma redução de 10,4% no número médio de homicídios entre a população geral quando comparados os anos de 2011 e 2012. Essa diminuição, entretanto, não foi capaz de retirar do estado a marca de unidade da federação com a maior média de assassinatos no país: 64,6 assassinatos a cada 100 mil habitantes.
O mesmo estudo divulgado há quase um ano mostrou que, em 2011, houve 950 assassinatos de jovens em Alagoas. O estudo trazia também dados de 2001, quando foram contabilizados 336 assassinatos. A média anual por grupo de 100 mil habitantes aumentou 185,6%, saindo de 54,8%, em 2001, para 156,4% naquele ano.

  G1

domingo, 29 de junho de 2014

Consumo de drogas atinge 243 milhões de pessoas no mundo, diz ONU

Imagem: DivulgaçãoCerca de 5% da população mundial entre 15 e 64 anos, o que corresponde a uma média de 243 milhões de pessoas, usa drogas ilícitas segundo dados divulgados pelo Relatório Mundial sobre Drogas da ONU (Organização das Nações Unidas).

O estudo indica, no entanto, que o consumo permanece estável, aumentando proporcionalmente com o crescimento da população. A divulgação do relatório foi feita em Viena (Áustria) nesta quinta-feira (26), concomitantemente com o Dia Internacional contra o Abuso de Drogas e Tráfico Ilícito.

Elaborado pelo Escritório da ONU sobre Drogas e Crime (UNODC, na sigla em inglês), o relatório aponta também a existência de uma média de 27 milhões de usuários de drogas problemáticos (aqueles que consomem drogas regularmente ou os apresentam distúrbios ou dependência). Isso corresponde a cerca de 0,6% da população adulta mundial ou 1 em cada 200 pessoas.

Os dados são de 2012 e foram fornecidos à entidade pelos países participantes do levantamento.

Outro dado preocupante, segundo o estudo, é que apenas um em seis usuários de drogas tem acesso ou recebe algum tipo de tratamento para dependência de drogas a cada ano. Em 2012, ocorreram 200 mil mortes relacionadas a drogas.

“Países emergindo de conflitos ou escapando da crise econômica podem ser esmagados por drogas ilícitas que atravessam suas fronteiras”, destacou o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, em comunicado.

O secretário-geral da ONU chamou ainda a atenção da comunidade internacional para que intensifique o combate às droga, como forma de evitar o aumento da violência e o enfraquecimento de instituições essenciais do Estado.

O relatório também aponta um maior número de pessoas procurando tratamento para transtornos relacionados à maconha, o que demonstraria aumento da dependência da drogaO diretor-executivo do UNODC, Yury Fedotov, apontou ainda a necessidade de um foco maior na saúde e nos direitos humanos dos usuários de drogas, especialmente daqueles que fazem uso de drogas injetáveis e que vivem com HIV.

Em 2016, a ONU pretende levar o problema das drogas à pauta da Assembleia Geral.

Queda da cocaína e da maconha
O relatório também aponta um maior número de pessoas procurando tratamento para transtornos relacionados à maconha, o que demonstraria aumento da dependência da droga
De acordo com o relatório, houve queda na disponibilidade de cocaína no mundo devido à menor produção de 2007 a 2012. Porém, o uso permanece alto na América do Norte, apesar de os números caírem na região desde 2006. Na América do Sul, o consumo de cocaína e o tráfico se tornaram mais proeminentes.

A ONU destaca em seu relatório que o Brasil é um país vulnerável ao tráfico de cocaína, devido à sua geografia estratégica no tráfico para a Europa, mas também ao fato de ser um mercado consumidor devido à grande população urbana. Citando dados da Senad (Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas), o estudo indica que 3% dos estudantes universitários, de todas as idades, usam cocaína.

A África, prossegue, teve aumento no uso de cocaína em razão do crescimento do tráfico pelo continente. Já o maior poder de compra tornou alguns países asiáticos mais vulneráveis ao uso dessa droga.

O uso de maconha apresentou um declínio no mundo, segundo a ONU. Porém, na América do Norte, o consumo aumentou: isso porque, na região, usuários da droga acreditam que ela oferece riscos menores à saúde.

A entidade afirma que ainda é cedo para entender os efeitos da legalização da droga em alguns países. No entanto, o relatório aponta que há um maior número de pessoas procurando tratamento para transtornos relacionados à cannabis, o que demonstraria aumento da dependência da droga.

O aumento de dependentes da maconha também é percebido no Brasil, informou a Senad à ONU, baseada em dados colhidos em 2012. Enquanto isso, o país está em sétimo lugar no combate ao plantio e à produção da droga.

Drogas sintéticas e opiáceos
A ONU afirma que as apreensões de metanfetamina mais que dobraram globalmente entre 2010 e 2012. Na América do Norte, a fabricação dessa droga aumentou: das 144 toneladas de estimulantes apreendidas globalmente, metade foi interceptada na região.

O Afeganistão continua como o maior país produtor de ópio, representando 80% da produção global. Além disso, em 2013, a produção global de heroína também voltou aos altos níveis testemunhados em 2008 e 2011.

Os Estados Unidos, a Oceania e alguns países da Europa e da Ásia têm visto usuários alternarem o consumo entre heroína e opioides farmacêuticos – a tendência deve-se, em grande parte, aos baixos preços e à acessibilidade.

O número de novas substâncias psicoativas não reguladas no mercado global mais que dobrou entre 2009 e 2013, chegando ao total de 348.


Fonte: UOL

Governo inicia pagamento de junho na segunda-feira

Rendimentos são de servidores que recebem até R$ 2.226 que correspondem a mais de 60% do total de funcionários

Da Ascom Sefaz
Os rendimentos dos servidores públicos estaduais referentes a junho serão pagos nesta segunda-feira, 30. O cronograma de pagamentos, definido pelo governo de Alagoas, por intermédio da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-AL), inicia-se na primeira faixa salarial, com rendimentos até R$ 2.226.

De acordo com a Sefaz, os vencimentos de até R$ 2.226 correspondem a mais de 60% do total de servidores ativos e inativos do Estado. Já no dia 11 de julho (sexta-feira), estarão disponíveis em conta os salários dos servidores da segunda faixa salarial, que recebem acima de R$ 2.226.

sábado, 28 de junho de 2014

INHAPI NA TORCIDA RUMO AO HEXA





















Família procura idoso desaparecido há seis meses do município de Cacimbinhas.

Ancião sofre de problemas mentais e teria sido visto pela ultima vez oito dias depois na cidade de Palmeira dos Índios.

Por: Redação com Alagoas 24hs
Crédito: Arquivo Familiar
Familiares de Juvenal Correia dos Santos, 68 anos, estão desesperados a sua procura. O ancião sumiu no dia 22 de dezembro do ano passado, do município de Cacimbinhas, onde morava com uma irmã, desde então ninguém mais soube informações a seu respeito.

Segundo a família, Juvenal Correia sofre de transtornos mentais. No dia em que desapareceu, ele estava indo para seu imóvel com um sobrinho e outro familiar, buscar alguns pertences. No caminho teve o que eles chamaram de “surto psicótico” e fugiu.

Familiares e amigos da família realizaram várias buscas na cidade, mas sem sucesso. Após a distribuição de panfletos com a foto do desaparecido a única informação que chegou à família foi que Juvenal tinha sido visto na cidade de Palmeira dos Índios, no dia seguinte. O problema é que a família só recebeu a informação oito dias após.


Quem tiver informações sobre o paradeiro de Juvenal Correia pode entrar em contato através dos telefones: Leninha (82) 9304-5740/ 9932-8426; Jorge (82) 9920-9974 / 9162-9642/ 9624-1410/ 8459-0973. Os familiares advertem que ele pode estar diferente hoje, provavelmente com uma barba.

Suspeito de matar jovem a tiros é preso horas depois em Palmeira dos Índios

Homem foi localizado no Bairro Juca Sampaio após abandonar a motocicleta utilizada no homicídio e tentar fugir
Foto:Divulgação/ PM

Do TodoSegundo
Francisco Ferreira da Fonseca, "Paulista", foi preso na noite desta sexta-feira (27), sob suspeita de assassinar a tiros, a jovem Maria Roseane Santos da Silva, 20 anos, horas antes
no bairro São Francisco, em Palmeira dos Índios. 

De acordo com a Polícia Militar após o crime, guarnições do 10º BPM foram acionadas e ao realizaram diversas diligências, conseguiram prender o suspeito no Bairro Juca Sampaio, que ao perceber a presença da polícia, tentou fugir abandonando a motocicleta utilizada no homicídio chegando entrar em uma residência.

Após receber voz de prisão, o suspeito foi conduzido à Delegacia Regional de Palmeira dos Índios, onde está recolhido na carceragem da unidade prisional à disposição da Justiça. 

Jovem é assassinada a tiros próximo a escola pública em Palmeira dos Índios

Jovem é assassinada a tiros próximo a escola pública em Palmeira dos Índios

Vítima estava com o suspeito em uma motocicleta quando começaram a discutir. Há hipótese de crime passional 
 

Uma jovem de 20 anos foi assassinada a tiros de arma de fogo no início da noite desta sexta-feira (27), em Palmeira dos Índios. O crime ocorreu na Rua Genésio Moreira, próximo a Escola Estadual Manoel Passos Lima, no bairro São Francisco.

De acordo com a Polícia Militar, testemunhas relataram, que Maria Roseane Santos da Silva, estava na garupa de uma motocicleta na companhia de um homem identificado apenas como “Paulista”, quando começaram a discutir.

Segundo a PM, no momento da discussão “Titi”, como era conhecida teria decido da moto, quando o homem com quem ela estava, sacou uma arma e efetuou os disparos. O Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar socorro a vítima, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

De acordo com a Polícia Militar após o crime, guarnições do 10º BPM foram acionadas e ao realizaram diversas diligências, conseguiram prender o suspeito no Bairro Juca Sampaio, que ao perceber a presença da polícia, tentou fugir abandonando a motocicleta utilizada no homicídio chegando entrar em uma residên
cia.

Suspeito de matar jovem a tiros é preso horas depois em Palmeira dos Índios

Os militares que atenderam a ocorrência no local, informaram que a vítima sofria de transtornos mental e residia na rua Leopoldo Duarte, no bairro Maçonaria, periferia do município, e ainda não tem informações sobre a motivação do homicídio, mas há hipótese de crime passional.

Peritos do Instituto de Criminalista (IC) foram acionados para as medidas cabíveis no local. O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca. O crime deve ser investigado pela delegacia regional de Palmeira dos Índios. 
 Do TodoSegundo
Foto: TodoSegundo 

4ª Vaquejada do Parque Diamante que será realizada nos dias 25 e 28 de junho em Inhapi