PREFEITURA DE INHAPI

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Idosa de 92 anos morre queimada em Inhapi

Vitima dormia no sofá da sala quando a casa começou a pegar fogo supostamente por conta de uma bituca de cigarro que atingiu a coberta com a qual estava. 


Uma idosa morreu carbonizada, durante a madrugada desta segunda-feira (8), na Rua Deputado Eraldo Malta Brandão, conhecida como Rua do Comércio, centro da cidade de Inhapi. A vítima foi identificada como Rosália de Sousa Costa, 92.

A sala da residência dela entrou em chamas e ela, muito debilitada pela idade avançada, não conseguiu sair da casa. Não se sabe ao certo como o fogo se iniciou, mas a suspeita é de que a idosa, que era fumante, tenha provocado o incêndio ao acender um cigarro.

No momento do ocorrido, uma filha da vítima estava dormindo em um dos quartos da casa, mas quando se acordou a mãe já estaria em chamas e ela não pôde fazer nada, além de sair do imóvel e acionar o Corpo de Bombeiros Militar (CBM).

O Posto do 9º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), sediado em Delmiro Gouveia, informou para o Correio Notícia e Central do Sertão que no momento em que a equipe que atendeu a ocorrência chegou na localidade, as chamas já tinham sido controladas por populares e que, com isso, foi feito apenas um trabalho preventivo para que o incêndio não recomeçasse.

Dona Rosália, como era mais conhecida, é mãe de empresários conceituados no município, como “Bida”, Valdo Augusto e Regi Augusto, além de ser avó da conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE/AL) Cláudia Brandão.

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para remoção do corpo. O caso deverá ser investigado pela delegacia distrital.

Um comentário:

  1. deus comforte os coraçao de todos os familhares eu conheço toda familia e tambem sou da mesma familia por parte dos nossos avos amem que jesus nos comforte os nossos coraçaos

    ResponderExcluir