PREFEITURA DE INHAPI

domingo, 27 de agosto de 2017

Câmara Municipal rejeita contas de ex-prefeito e aprova projeto que reajusta salário dos professores e reduz jornada de trabalho de servidores da educação.

Sessão convocada em caráter extraordinário foi presidida pelo vereador e vice-presidente da casa Divan Ferreira.

Por: Redação
Crédito: (Eraldo Nunes)

Talvez uma das mais importantes sessões desta legislatura foi realizada na última sexta-feira (25), convocada em caráter extraordinário para a votação de relevantes projetos que impactam diretamente na vida dos inhapienses e na economia local.

A primeira votação resultou na aprovação do parecer da Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização rejeitando as contas da gestão de Oberdan Tenório (Bel) referente ao período de 1999, tendo por base, um parecer prévio axaurido do Tribunal de Contas de Alagoas que pede a rejeição das contas do ex-gestor.

De acordo com a mesa diretora da Câmara o ex-gestor foi notificado através dos correios, porém não apresentou defesa deixando apenas o material advento do TC/AL, não restando outra alternativa aos edis, se não a rejeição contas por 05 votos favoráveis (Professor Roseildo, Geraldo Coco, Cição, Niquinha e Cicero de Sessé), 02 contra (Jaqueira e Gilson Tenório) e 01 abstenção do vereador Edvan Menezes.

Não votaram os vereadores; Valter de Elias e o presidente Morcego (Ausentes). A sessão foi presidida pelo vice-presidente Divan Ferreira que também não votou, pois votaria apenas em caso de empate.

Reajuste salarial e Redução da jornada de trabalho

A segunda votação e não menos importante, ou melhor, ainda mais importante tendo em vista que impacta diretamente na vida dos professores e demais servidores da educação, bem como na economia local, culminou na aprovação do reajuste salarial de 6% para os professores, divido em duas vezes, porém retroativo a Julho.    
                 
Já para o quadro administrativo não houve aumento, contudo, a redução da jornada de trabalho em turno único de 40 para 30h semanais foi muito melhor do que qualquer reajuste, uma vez que tendo a obrigatoriedade de cumprir as 40h semanais os servidores eram obrigados a trabalhar dois turnos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário