sábado, 2 de dezembro de 2017

Ex-deputado Cícero Ferro morre após problemas de saúde

Cícero Ferro faleceu vítima de parada cardiorrespiratória.

Uma das figuras mais polêmicas da política alagoana, o suplente de deputado estadual Cícero Ferro faleceu na noite desta sexta-feira (1), vítima de parada cardiorrespiratória, na Santa Casa de Misericórdia de Maceió, onde havia dado entrada no início da tarde com um quadro de infecção pulmonar. 
Cícero Ferro já vinha debilitado há muito tempo em função de uma bactéria que havia comprometido sua coluna e chegou a passar vários dias internado em um hospital de São Paulo. Nos últimos tempos não conseguia andar e estava usando uma cadeira de rodas.
Integrante da tradicional família que domina a cidade de Minador do Negrão, Cícero Ferro sobreviveu a várias tentativas de assassinato. A mais contundente foi o atentado de que foi vítima em janeiro de 2004. Pelo crime foram condenados seu primo, José Nilton Cardoso Ferro, e os filhos deste, Wanderley e Wagner Macedo Cardoso Ferro.
O suplente de deputado também ficou conhecido como um dos taturanas da Assembleia Legislativa, como ficaram conhecidos os deputados estaduais acusados do desvio de mais de R$ 300 milhões do Legislativo alagoano.
Por Novo Extra | 2 de dezembro

Nenhum comentário:

Postar um comentário