terça-feira, 7 de agosto de 2018

Vereador por São José da Tapera registra B.O por ameaça recebida após o anúncio de sua pré-candidatura a Deputado Estadual.


“Faça sua campanha sem maltratar ninguém e não cite nome de ninguém em seu discurso, que não pense que todo mundo é igual a Zé Antônio atual prefeito de São José da Tapera e a esposa que ele maltrata e fica por isso mesmo”.

Por: Redação
Crédito: Arquivo pessoal

Para quem pensava que as práticas coronelistas do século IXX haviam sido extintas, a recente ameaça sofrida pelo vereador Cosme Guedes de São José da Tapera é apenas mais uma prova de que o coronelismo nunca teve fim, muito pelo contrário, apenas se modernizou. De modo que, qualquer um que represente qualquer “ameaça” ao poderio das oligarquias e dos coronéis do sertão, corre um sério risco de pagar com sangue o sonho de uma sociedade liberta da escravidão do abuso do poder econômico e da ganância dos “senhores do poder”.

Acontece que, enquanto Cosme Guedes, vereador mais votado do município nas ultimas eleições incomodava apenas o governo local com seu mandato atuante e transparente, as desavenças locais se davam quase que em sua totalidade apenas no campo dos debates políticos nas redes sociais e vá lá nas discussões pessoais entre apoiadores do prefeito e da oposição. Contudo, bastou o vereador anunciar sua pré-candidatura a Deputado Estadual que as ameaças começaram, haja vista que o edil, concordem ou não, levanta uma bandeira de defesa do sertão como poucos pré-candidatos quando o assunto é o grande potencial econômico da região.

Precavido, assim que recebeu o comunicado da ameaça através de um primo, Cosme Guedes registrou um B.O na Polícia Civil na tentativa de descobrir o autor e/ou autores da intimidação, bem como de escancarar para a sociedade como o “bandidismo político” ainda assombra este estado. O registro do Boletim de Ocorrência foi efetuado dia 27 de Julho do corrente ano, porém, somente agora veio à tona, uma vez que o vereador pretendia antes mesmo de compartilhar nas mídias sociais e na imprensa, denunciar o ocorrido na Tribuna da Câmara, porém, para a surpresa do mesmo, não houve sessão na última sexta-feira (03).

Entre os principais pontos narrados na ameaça anônima, o que mais chamou a atenção foi o seguinte texto dirigido contra o vereador: “Faça sua campanha sem maltratar ninguém e não cite nome de ninguém em seu discurso, que não pense que todo mundo é igual a Zé Antônio atual prefeito de São José da Tapera e a esposa que ele maltrata e fica por isso mesmo”.

Ainda de acordo com o B.O a qual nossa equipe de redação teve acesso, o vereador Cosme Guedes fez questão de esclarecer a autoridade policial que faz suas falações políticas apenas com o objetivo de esclarecer ao povo dos desmandos e da corrupção existente no meio político sem citar diretamente os nomes de ninguém, e que tudo que fala são assuntos de domínio público que já estão vinculados nas mídias sociais e na imprensa.

Vale salientar que a notícia da ameaça sofrida pelo vereador Cosme Guedes foi dada em primeira mão durante a exibição do programa Conversa Aberta para o qual o edil concedeu  entrevista aos comunicadores Quiel Freitas e Marcio Martins no último sábado (04) com transmissão ao vivo pelo Facebook.




Nenhum comentário:

Postar um comentário