sexta-feira, 7 de junho de 2019

COM APOIO DO CRERSSAL, EMPRESA PRIVADA DA ENTRADA NAS LICENÇAS AMBIENTAIS PARA CONSTRUÇÃO DE ATERRO SANITÁRIO NO ALTO SERTÃO


Após vários anos buscando captar apoio do Governo Federal para instalação de um aterro sanitário na região do alto sertão, e sem lograr êxito o prefeitos dos municípios que integram o CRERSSAL – Consórcio Regional de Resíduos Sólidos do Sertão Alagoano, decidiram apoiar a iniciativa privada que irá adquirir o terreno e construir com recursos próprios as células necessárias para receber os resíduos da região de forma adequada em um dos municípios do CRERSSAL.

De acordo com o superintendente do CRERSSAL Eraldo Nunes, “a viabilização de um aterro construído aqui na nossa região, traria uma economia substancial para as prefeituras que hoje tem que mandar os rejeitos para aterros com distâncias a mais de 100 km diariamente””.
O prefeito de Inhapi Zé Cicero presidente do CRERSSAL enalteceu o fato da “iniciativa privada ter o interesse de se instalar na região e viabilizar a construção de um aterro sanitário para recepcionar os resíduos sólidos gerados nos municípios que compõem o alto sertão, já que faltam recursos públicos para investimento nessa área, tendo em vista o alto custo para esse fim”.

Já o prefeito de Delmiro Gouveia Padre Eraldo, afirmou que “um aterro construído na região, significaria uma economia de quase cem mil reais por mês para os cofres do seu município, que poderá ser destinado para outras áreas como saúde e educação, além da melhoria da logística da coleta dentro do município”.

A empresa Eco-V protocolou no IMA – Instituto de Meio Ambiente de Alagoas, a solicitação de termo de referência para obter a licença para construir e operar um aterro sanitário em um dos municípios localizado em um dos municípios que compõem o CRERSSAL.