Prefeitura Mun. de Inhapi/AL

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Renan Filho autoriza novo aumento da tarifa de água em Alagoas


O governo de Alagoas autorizou um novo reajuste nas tarifas da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) acima da inflação. O aumento será de 6,22% e passa a valer a partir do próximo dia 6 de julho. É a terceira maior tarifa do país. 

De acordo com a direção da Casal, o valor da tarifa mínima para um consumo residencial de até 10 metros cúbicos por mês vai passar de R$ 46,80 para R$ 49,71. Mas segundo a regra da Companhia, o consumidor vai pagar pelos 10m3 mesmo que consuma 2m3 ou m3. E pior: Se a residência for ligada ao sistema de esgoto da Casal o valor cobrado será em dobro. 

Já o excedente (acima de 10m3) também vai ficar mais salgado para o consumidor alagoano. A tarifa vai passar para de R$ 89,40 para R$ 94,90. Valor que também será cobrado em dobro se o imóvel estiver interligado à rede de saneamento.

Esta é a quinta vez que o governo Renan Filho e Luciano Barbosa, ambos do MDB, aumentam a tarifa de abastecimento e saneamento em Alagoas acima da inflação. O novo reajuste (6,22%) foi aprovado pela Agência Reguladora de Serviços de Alagoas (Arsal), com base na planilha de custos da Casal, enquanto que a inflação do ano anterior ficou em 3,75%. De 2015 a 2019 os aumentos chegam a 53,65%, enquanto a inflação de 2014 a 2018 ficou em 30,05%. 

A empresa justifica que o reajuste ocorre com base bem estudos econômicos que apontam aumento nos custos operacionais, principalmente energia elétrica, produtos químicos e prestadores de serviços, e programação de investimentos a serem executados pela empresa. Mas a população, muitas vezes sem água nas torneiras paga caro, muito caro, pela água ou pelo ar que circula nos canos. 

Imagem: José Feitosa

Fonte Já é Notícia

https://www.jaenoticia.com.br/capa