domingo, 22 de março de 2020

Inhapi e Mata Grande são as novas cidades do Sertão com casos suspeitos de Coronavírus

Alagoas manteve número de casos confirmados de ontem para hoje, mas aumentou de 59 para 85 casos suspeitos

Redação com Agência Alagoas
A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) informa, neste domingo (22/03), que Alagoas segue com 07 casos confirmados para Covid-19, no entanto os casos em investigação chegam a 85. Foram descartados 63 casos. Os sete casos confirmados estão localizados em Maceió.

Em relação à origem da possível infecção dos casos confirmados, seis relataram deslocamento para outros países e um mencionou contato próximo de caso confirmado no estado de São Paulo.

Os contatos dos casos suspeitos estão sendo monitorados pela equipe do Cievs/Sesau (Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde), da Secretaria Municipal de Saúde de Maceió e das vigilâncias em saúde dos respectivos municípios.

Em investigação - Dos 85 casos em investigação, a maioria deles – 65 -, estão localizados em Maceió. Arapiraca tem 04 casos; Barra de Santo Antônio tem 01; Barra de São Miguel, 01; Cajueiro, 01; Ouro Branco, 02; Penedo, 01; Rio Largo, 01; São Miguel dos Campos, 01; Flexeiras, 01; Satuba, 01; Inhapi, 01; Maribondo, 01; Pilar, 01; Piaçabuçu, 01; Mata Grande, 01; e Porto real do Colégio, 01.

Recomendações – As pessoas com histórico de viagem recente ao exterior devem ficar, obrigatoriamente, em isolamento domiciliar por 14 dias a partir da data de desembarque em Alagoas. A regra serve também para quem apresentar sintomas de gripe, mesmo que sejam leves. As novas medidas foram determinadas pelo Governo de Alagoas em decreto da última sexta-feira (20).

A Secretaria de Estado da Saúde tem reiterado a necessidade de que as pessoas com histórico de viagem recente aos municípios de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Belo Horizonte e/ou que tenham tido contato com caso suspeito ou confirmado de Covid-19 e não apresente sintomas também permaneça em casa em isolamento voluntário.
No caso de apresentar sintomas respiratórios e febre, deve-se buscar atendimento em unidade de saúde, hospitais privados ou Unidades de Pronto Atendimento (UPAS).