sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Epidemia toma conta de Mata Grande com mais de 300 casos de dengue registrados somente este ano.

Inhapi e Canapi estão em alerta, diz Secretaria de Estado da Saúde.

Por: Redação
Matéria: Gilca Cinara e Vanessa Siqueira/Cada Minuto
Crédito: Reprodução

Se por um lado os gestores da saúde de Alagoas respiram aliviados com a notícia de que o Estado não possui nenhum caso confirmado de febre Chikunguya, por outro a situação em várias cidades é muito preocupante devido ao alto número de casos suspeitos de dengue. As cidades de Mata Grande e Major Izidoro, que ficam no Sertão alagoano, registram juntas 700 casos da doença.
As informações foram divulgadas hoje (11) pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) após confirmação do Laboratório Central de Alagoas (Lacen). De janeiro até agora, foram notificados 1265 casos de dengue, um número menor que o registrado no mesmo período do ano passado, que registrou 1296, mas que preocupa pela concentração em uma região geográfica.
"O número de casos poderia ter aumentado e distribuídos entre as cidades, mas não é isso que vem ocorrendo. Temos muitos casos concentrados em municípios pequenos", informou coordenadora epidemiológica da Sesau, Cleide Moreira, que participou de um encontro com gestores municipais nesta manhã.
Mata Grande, com 300 casos, e Major Izidoro com 400, chamam a atenção, pois já são consideras cidades em situação de epidemia. Segundo a Sesau, 23 municípios estão em risco de surto, 31 em situação de alerta e 25 em situação considerada satisfatória.
Estão em alerta as cidades de Ouro Branco, Inhapi, Canapi, Santana do Ipanema, Delmiro Gouveia, Piranhas e São José da Tapera.
“Há a necessidade de chamar a atenção dos gestores desses municípios em situação mais grave para que medidas preventivas sejam tomadas e a doença não tome sua forma mais grave e resulte em óbito”, alertou Cleide.
A Sesau disse ainda que 40 municípios não possuem casos notificados de dengue em nenhum de seus estágios. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário