PREFEITURA DE INHAPI

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Desentendimento por conta de lanches por pouco não termina em tragédia em Inhapi

Desavença, que teria iniciado em Mata Grande, terminou com uma mulher atropelada, na noite da última sexta-feira (15), na Avenida Pompilho Malta Brandão de Alcântara


Um desentendimento envolvendo o pagamento de lanches por pouco não terminou em uma tragédia, na noite de sexta-feira (16), na Avenida Pompilho Brandão de Alcântara, centro da cidade de Inhapi.

A desavença entre “Luan” e o outro homem, que não teve o nome divulgado, iniciou, segundo uma testemunha, em uma festa realizada no povoado de Santa Cruz do Deserto, em Mata Grande.

“Na festa, eles tiveram um desentendimento porque Luan lanchou na barraca de lanches do rapaz e disse que não tinha dinheiro para pagar. No entanto, em uma barraca vizinha, ele lanchou e pagou. Por conta disso, o dono da barraca onde o lanche ficou em débito chamou a polícia, que obrigou o devedor a pagar a conta, e ele pagou”, relatou a testemunha.

A reportagem apurou que, devido ao acontecimento, “Luan” começou a ameaçar o dono da barraca, dizendo para a irmã dele, que teve o nome preservado, “que iria pegá-lo”.

“Depois de alguns dias de ameaça, para se vingar, Luan aproveitou o momento em que a irmã de seu desafeto estava indo trabalhar. Ela estava de moto indo montar a barraca de lanches que tem em sociedade com o irmão, quando foi surpreendida por Luan”, disse a testemunha.

De acordo com o popular, o suspeito também estava conduzindo uma moto, de cor e placa não divulgadas, no momento em que “emparelhou moto com moto e empurrou com a perna a vítima”.

Os dois caíram, mas foi a mulher que ficou gravemente ferida. Os dois foram socorridos para a Casa Maternal da cidade, de onde foram transferidos para o Hospital Regional Dr. Clodolfo Rodrigues de Melo, em Santana do Ipanema.

Até à noite desta segunda-feira (18), o caso não tinha sido registrado na Delegacia de Polícia do município (29ª-DP).

Em contato com a reportagem, o sargento Henrique, comandante do Grupamento de Polícia Militar (GPM) do município, informou que a moto utilizada por “Luan” encontra-se apreendida. “Já entrei em contato com a Polícia Civil, mas só poderemos tomar as providências quando o caso for registrado”, informou.
Fonte Correio Noticia 

Nenhum comentário:

Postar um comentário