sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Prefeito de Inhapi participa de Encontro Estadual de prefeitos e prefeitas de Alagoas.

José Cicero Vieira esteve acompanhado da esposa e dos secretários municipais Eraldo Nunes (Obras), Geraldo Coco (Agricultura), Socorro Delgado (Assistência Social) e Moab Damasceno (Educação),Secretário de Finanças - Miguel, Diretor de Esportes - Alex Alves
Por: Redação
Com a intenção de aproximar as ações do Governo Federal das prefeituras alagoanas, aconteceu, nesta sexta-feira (20), o Encontro Estadual com Novos Prefeitos e Prefeitas, no Centro de Convenções. O evento teve a presença de três ministras e uma extensa equipe técnica dos ministérios, que orientaram os prefeitos sobre os programas federais e as oportunidades de financiamento para projetos municipais.
O presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Marcelo Beltrão, destacou a importância do apoio financeiro dado pela presidente Dilma Rousseff aos municípios. Beltrão lembrou dos avanços que o estado de Alagoas teve, como a redução da mortalidade infantil e a zona livre da aftosa, mas apelou para a necessidade do acréscimo de 2% do Fundo de Participação dos Municípios. “A repartição do bolo tributário não permite às prefeituras superar os indicadores negativos sem o auxílio federal e estadual. Ter um Governo Federal junto de nós é o que precisamos”, afirmou Marcelo Beltrão.
A ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, agradeceu ao Governo do Estado e à AMA pelo apoio na realização do evento e afirmou que levará o antigo pedido dos prefeitos de 2% no FPM para a presidenta Dilma. Ideli destacou a necessidade dos novos prefeitos estarem preparados para exercer suas funções e conseguir ter uma boa aplicabilidade dos recursos disponíveis.
Já a ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, apresentou os números do desenvolvimento de Alagoas. Segundo ela, de 2007 ao 2º trimestre de 2013 o investimento cresceu 43% e o PIB 26%. O Índice do Desenvolvimento Humano (IDH) de Alagoas cresceu 34% entre 1991 e 2010. Já o PAC 2 em Alagoas tem um investimento de R$ 9,8 bi entre 2011 e 2014, divididos entre transporte, energia, cidade melhor, comunidade cidadã, Minha Casa Minha Vida, Água e Luz para todos.
Para o prefeito de Maceió, Rui Palmeira, os municípios têm função estratégica dentro do desenvolvimento. “É preciso reavaliar o CAUC que impede tantos municípios de adquirir mais recursos”, lembrou. O governador Teotônio Vilela afirmou que o evento é um facilitador para a melhoria dos índices do Estado. “Todos os governos poderão conhecer os programas federais e, assim, adequar suas realidades com os projetos”, garantiu.
A ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros, disse que o evento estimula o trabalho efetivo das prefeituras. “Essa é uma possibilidade de desenvolvimento ainda maior.” No período da tarde, os gestores acompanhados da equipe técnica puderam acompanhar as palestras dos técnicos do Ministério da Saúde e da Educação, além do atendimento individualizado dos demais ministérios.
A abertura solene contou com a presença de diversas autoridades, entre elas o presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros; o senador Benedito de Lira; o suplente do senador Collor, Euclides Mello; o deputado federal Givaldo Carimbão; o deputado federal Renan Filho; a deputada Rosinha da Adefal; o deputado federal João Lyra; o deputado Mauricio Quintela; o deputado Francisco Tenório; entre outros.




Nenhum comentário:

Postar um comentário