PREFEITURA DE INHAPI

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Gerente de banco e a família são sequestrados por bandidos em Santana do Ipanema

Criminosos queriam que bancário sacasse dinheiro para eles na agência que trabalha, mas plano foi frustrado pela polícia.
 
Alagoas na Net
Agência foi cercada pela polícia
Crédito: Alagoas na Net
Por Jota Silva
O gerente da agência da Caixa Econômica Federal de Santana do Ipanema, a esposa dele e outras duas pessoas, entre elas um menor de idade, foram sequestrados por criminosos, na noite desta quinta-feira (17). Os bandidos queriam que o bancário sacasse dinheiro na unidade que trabalha, mas a ação foi frustrada pela polícia.

O capitão Winston Santana, comandante da Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão (Copes-Caatinga), relatou com exclusividade para a reportagem do Minuto Sertão que os bandidos renderam o gerente no momento em que ele saía de um restaurante, no centro da cidade. A vítima foi levada para sua residência, onde foi feita refém junto com a esposa, um filho menor de idade e outra mulher que estava na casa.
http://minutosertao.com.br/assets/cache/thumbs/80d8d0bc20b893b0f86d2bf71d9699b1.jpg 
Os criminosos teriam passado toda a noite em poder do gerente e seus familiares, período em que haviam dito ao bancário que ao amanhecer o dia ele teria que ir ao trabalho como se nada estivesse acontecendo para sacar toda a quantia em dinheiro que tivesse no cofre da agência que gerencia.

Pela manhã, o gerente foi liberado pelos bandidos para dar prosseguimento ao plano e para se certificarem de que a vítima iria fazer exatamente o que tinham combinado, mantiveram as duas mulheres e o menor como reféns, prometendo os matar, caso a polícia fosse acionada.

Desesperado, o chefe da agência bancária tentou fazer o que os sequestradores pediram, mas seu estado de nervosismo chamou atenção dos demais funcionários que desconfiaram da situação e comunicaram o caso ao 7º Batalhão de Polícia Militar, localizado na cidade.

http://minutosertao.com.br/assets/cache/thumbs/312acdc44ab5e281c62286b07dde71ab.jpgVárias guarnições militares cercaram a unidade bancária, impedindo que as pessoas saíssem ou entrassem no prédio, já que havia suspeita de que algum bandido estava infiltrado entre os clientes. Uma equipe policial ficou no interior da agência para coordenar a negociação do gerente com os criminosos.

Durante um contato telefônico com a vítima, os bandidos combinaram que o dinheiro que queriam devia ser entregue em um campo de aviação, localizado na zona rural do município. Como a polícia estava na escuta, uma operação foi desencadeada para liberar os reféns e prender os criminosos.

http://minutosertao.com.br/assets/cache/thumbs/38a9d65e67898a39b4cf1fa3f2a5fa5d.jpgGuarnições do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes-7ºBPM), da Rádio Patrulha e da Copes-Caatinga foram até o local combinado e encontraram duas pessoas em um carro Siena, de cor preta e placa JQG-5268/Santana do Ipanema. Ao avistarem as viaturas, os ocupantes do automóvel tentaram fugir pelo matagal, mas foram capturados.

Os suspeitos foram identificados como Manoel Messias Viana de Oliveira e Nivaldo Cabral Silva. Os dois foram levados para a Delegacia Regional de Polícia (2ª-DRP), onde foi descoberto que já têm registros policiais por outros crimes na região.

http://minutosertao.com.br/assets/cache/thumbs/e90fd50752614e2cc9bfc5bd340133ac.jpgPoucos minutos depois das prisões, a polícia foi informada que os sequestradores tinham liberado os reféns em um trevo que dá acesso à cidade de Olivença. Guarnições foram até ao local informado e conseguiram localizar as vítimas que estavam as margens da AL-130.

Com informações sobre o carro que era utilizado pelos bandidos, os policiais seguiram as pistas e acabaram encontrando o veículo suspeito, um Citroen Picasso, de cor prata e placa LCJ-5218/Recife-PE, que estava abandonado em uma estrada vicinal, no povoado Marruá, zona rural de São José da Tapera.

Na tentativa de prender os criminosos, os policiais foram até uma fazenda, próximo da localidade onde o carro estava, mas não conseguiram encontrar nenhum suspeito. Uma espingarda calibre 12, com munições, foi encontrada e apreendida na casa.

http://minutosertao.com.br/assets/cache/thumbs/6fdf93ff0349920e039a624fc1b73dc6.jpgA operação foi desencadeada pelo comando geral da Polícia Militar, com apoio do Comando do Policiamento de Área do Interior (CPAI-1). Centenas de policiais dos 7ª e 9ª Batalhões participaram da ação.
Fonte: Minuto Sertão
 
http://minutosertao.com.br/assets/cache/thumbs/bb03680591f3b56334408fb8238148fd.jpg
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário