PREFEITURA DE INHAPI

sábado, 19 de julho de 2014

Voto de protesto e voto consciente: Entenda o que todos sabem, mas poucos colocam em prática.

Por: Marcio Martins
Crédito: Reprodução/Google Imagens
Voto nulo ou branco é sinal de protesto, pois é claro que o eleitor sabe que seu voto não será válido, afinal essa é justamente a sua intenção ao fazer tal escolha, pois sabe ele que se não fosse votar logo seria multado pela justiça eleitoral. A questão de votar branco ou nulo é de consciência.

 A consciência de saber que não foi com o seu voto que o ladrão se elegeu, pois usar a ideia de votar no menos ruim, para fazer frente ao que seria pior, não lhes dará moral alguma para criticar os atos de corrupção dos políticos, afinal, tira-se um ladrão e coloca-se outro mesmo sabendo que também era ladrão, ignorando inclusive os candidatos honestos com a infeliz justificativa de que não existe político honesto, uma espécie de julgamento antecipado que coloca em cheque o caráter do próprio eleitor, uma vez que se estivesse no lugar dos políticos corruptos faria a mesma coisa. Somado a isso, ainda declaram que os honestos não teriam chance frente ao poder econômico dos corruptos. Um gravíssimo erro do eleitor que se considera consciente, pois é por pensamentos assim que hoje, principalmente nas pequenas cidades, o poder gira em torno de duas famílias, que usam e abusam do poder econômico sempre as margens da lei, manipulando a população na ideia de que quando um estiver governando mal o outro entra em campo como a solução de todos os problemas e vice e versa. E assim, o tempo passa, os currais eleitorais são mantidos, os acordos espúrios são firmados e eles nunca mais saem do poder. Acumulam fortuna as custas do “otário eleitor” que em troca de migalhas pagas a sua individualidade ainda os aplaude, puxa o saco e ainda tem o cinismo de a cada 04 anos abrir a boca e dizer que os mesmos corruptos que há décadas se reversam no poder daquela esquecida cidade ainda são a solução dos seus problemas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário