domingo, 18 de março de 2018

Secretaria de Educação de Canapi conclui com êxito sua Jornada Pedagógica 2018.

Evento mobilizou mais de 400 profissionais ligados diretamente a educação, a imensa maioria professores de toda rede municipal e estadual de ensino.


Por: Redação
Créditos: Cortesia/CA

“Motivação é o impulso que nos move para agir” foi com essa injeção de auto-estima teórica exposta numa faixa em seu evento principal da Jornada Pedagógica, que a Secretaria Municipal de Educação deu início ao ano letivo 2018, acreditando que com esforço, dedicação e compromisso dos professores e de toda comunidade escolar, o que hoje é teoria em breve se tornará prática constante na rede municipal de ensino com seus educadores motivados e dispostos a agir para mudar os números negativos que “assombram” a educação municipal e que infelizmente refletem a realidade do país.

O evento de abertura na ultima segunda-feira (12) contou com um Ciclo de Palestras envolvendo todos os professores do município, além de diretores escolares, coordenadores pedagógicos e autoridades locais. As palestras foram ministradas pelo Psicanalista Juscélio Alves Arcanjo que abordou o tema Motivação e Auto-estima ao falar sobre o cuidado nas relações interpessoais, seguida do ex-conselheiro tutelar, blogueiro e jornalista Marcio Martins que trouxe para o evento uma das temáticas mais importantes e ao mesmo tempo mais ignorada no meio escolar, O ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei Federal 8.069/90), relevante instrumento de transformação social e educacional que se trabalhado de forma contínua como conteúdo da grade curricular de ensino como estabelece a LDB em seu Art.32 alterado pela Lei 11.525/2007 pode ajudar consideravelmente no processo disciplinar do aluno, no combate a evasão escolar, na garantia de direitos, no cumprimento dos deveres e na identificação dos maus-tratos infanto-juvenis, além de melhorar a participação da família na escola. E para fechar o encontro, o ultimo palestrante do dia, o Assessor Técnico da UNDIME José Neilton Nunes Alves dialogou sobre a recém aprovada Base Nacional Comum Curricular.

Foram mais de 400 participantes ligados diretamente a educação, a imensa maioria professores, que ouviram atentamente as palavras de abertura do Secretário de Educação Luiz Vieira o qual falou do grande desafio que foi seu primeiro ano como gestor em meio ao turbilhão de irresponsabilidade administrativa que se abateu sobre a educação municipal no ano anterior a sua nomeação, bem como de sua disposição para junto com sua equipe de trabalho e educadores em geral, enfrentar os novos desafios necessários para melhorar cada vez mais os índices educacionais do município.

Quem também fez uso da palavra durante o evento foi o Coordenador Geral de Educação Junior Lima apresentando um inédito e ousado diagnóstico municipal realizado com alunos do 5º ano do Ensino Fundamental, o qual apontou uma série de deficiências educacionais que precisam ser estancadas o mais breve possível. Nesta perspectiva, Junior Lima fez um chamamento geral, uma espécie de pacto pela transformação desta triste realidade em que a educação municipal se encontra a exemplo de uma boa parte do alunado, que pasmem! Chega ao 5º ano do Ensino Fundamental sem saber ler corretamente.

O segundo dia da jornada teve como foco as Escolas e Centros de Educação Infantil, com o objetivo de discutir o plano de metas da secretaria mediado pelos diretores e coordenadores pedagógicos. Já no 3º e 4º dia foi à vez de discutir a elaboração dos planos de curso do 1º e 2º bimestres. E fechando a maratona de atividades nesta sexta-feira (16) foi à vez da Formação do Pacto pela Educação na Idade Certa (PNAIC), nas modalidades Educação Infantil, Ensino Fundamental I e Programa Novo Mais Educação, tendo como público alvo professores, coordenadores da pré escola e do 1º ao 3º ano, além de articuladores e mediadores.

Vale salientar que toda preparação para a Jornada Pedagógica 2018 foi precedida de uma reunião com todos os coordenadores pedagógicos e gestores escolares no dia 08/03 para apresentação do Plano de Metas para o ano letivo de 2018, de modo a estabelecer significativo diálogo acerca de suas diretrizes. 

Mas não foram apenas os professores que participaram das formações propostas pela Secretaria Municipal de Educação, a qual também viabilizou a Formação em Boas Práticas de Manipulação de Alimentos para as Merendeiras da rede pública, objetivando colocar a merenda escolar oferecida pela rede municipal dentro das normas sugeridas pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) através da Resolução 26, Art. 13.

 














  


Nenhum comentário:

Postar um comentário