PREFEITURA DE INHAPI

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Pelopes localiza menor acusado de assalto em Maravilha e prende homem com arma

Suspeito seria um menor de 16 anos, que durante a abordagem confessou participação no assalto e ainda apontou a casa onde estaria o chefe da quadrilha. 

Cortesia Por Alagoas na Net

Após receber uma denuncia anônima, uma guarnição do Pelotão de Operações Especiais (Pelopes) do 7º BPM, conseguiu localizar na tarde desta quarta-feira (18) um dos acusados de cometer o assalto a um posto de combustíveis na cidade de Maravilha, fato ocorrido no último sábado (14)


O suspeito seria um menor de 16 anos, que durante a abordagem confessou participação no assalto e ainda apontou a casa onde estaria o chefe da quadrilha. Entretanto durante a procura a polícia acabou prendendo outro homem por porte ilegal de arma. Ambos foram localizados na cidade de Santana do Ipanema.


http://minutosertao.com.br/assets/cache/thumbs/ec23240233c8fffa8b521aa567d55992.jpgDe acordo com informações da polícia, o menor apreendido foi encontrado nas mediações da Rua Delmiro Gouveia. No último sábado ele teria conseguido escapar do cerco policial formado na cidade, após o assalto em Maravilha. A informação de hoje, levou os PM’s até o jovem, que em depoimento, confessou ter participado da ação criminosa.


Também em confissão, o jovem apontou a pessoa do “Vânio”, como o chefe da quadrilha. O rapaz teria informado a localização da casa do suposto chefe. Ao se deslocar para a residência, que ficava a poucos metros de onde ele foi encontrado, os policiais notaram a movimentação estranha de uma pessoa.


O morador identificado como Marcelo de Lima Bezerra teria tentado se esquivar da presença da polícia e se desfazer de uma arma.


Detido, ele acabou informando o local onde havia jogado a arma de fogo, um revólver calibre 38, com seis munições intactas. O menor e este preso acabaram sendo levados até a 2ª Delegacia Regional de Polícia (DRP). Após lavrar um Termocircunstancial de Ocorrência (TCO), o jovem de 16 anos acabou sendo liberado com a presença de responsáveis.


Já Marcelo, não confessou participação ou relação com a quadrilha, mas acabou preso devido ao porte ilegal de arma de fogo. Ele se encontra a disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário