terça-feira, 2 de junho de 2020

[Canapi] Em tempos de pandemia, vereadores custam mais de R$: 167 mil reais por mês para o bolso do contribuinte canapiense sem qualquer redução salarial.


Duodécimo da Câmara Municipal aprovado no orçamento para este ano foi de R$: 1.839.200,02 a ser repassado pela Prefeitura para pagamento de salários, manutenção e funcionamento do Poder Legislativo.

Por: Redação
Crédito: Ascom

É como diz aquele famoso ditado popular: “A corda sempre arrebenta no lado do mais fraco” e de fato arrebentou! Não é a toa que centenas de servidores contratados da educação municipal de Canapi tiveram seus contratos suspensos pelo Prefeito Vinícius Lima em plena Pandemia, ao contrário do mesmo que se recusou a cortar na própria carne como fez seu colega prefeito da cidade vizinha de Mata Grande, se mantendo assim como um dos prefeitos mais bem pagos do Brasil, que inclusive no início de sua gestão chegou a ganhar mais do que o Prefeito da maior metrópole do país (São Paulo), bem longe da realidade do município que administra onde mais de 70% da população é beneficiária do Bolsa Família.

Mas o pior que não é apenas o prefeito que goza de um bom salário e algumas mordomias que nenhum outro servidor público tem, os vereadores também estão muito bem obrigado financeiramente nesta pandemia, afinal de contas, também não reduziram um só real em seus salários e benefícios, continuando a custar mais de R$: 167 mil reais por mês para o bolso do contribuinte canapiense, R$: 15,2 mil reais cada um dos 11 (onze) parlamentares, incluindo os custos para manutenção e funcionamento da Câmara, porém, sendo R$: 10 mil reais por mês gastos somente de salários e verbas indenizatórias. Tudo isso repassado pela Prefeitura Municipal de um total de R$: 1.839.200.02 (Um milhão, oitocentos e trinta e nove mil, duzentos reais e dois centavos) de duodécimo aprovado no Orçamento Municipal para este ano de um orçamento de total de R$: 55,3 milhões de reais.