sexta-feira, 5 de junho de 2020

Ministério Público recebe representações contra a Prefeitura Municipal de São José da Tapera/AL acusada de prevaricação e mau uso dos recursos públicos.


Ações foram protocoladas pelo vereador Cosme Guedes pedindo auditagem nos recursos destinados para COVID-19 e a distribuição dos kits merenda para as famílias dos alunos em situação de vulnerabilidade social.

Por: Redação
Créditos: Reprodução

O vereador Cosme Guedes do município de São José da Tapera no sertão de Alagoas, fazendo uso de suas atribuições legislativas protocolou junto ao Ministério Público de Alagoas na manhã desta sexta-feira (05) duas representações contra a Prefeitura Municipal de São José da Tapera/AL a qual acusa de mau uso dos recursos públicos para prevenção e combate ao COVID-19, além de supostas irregularidades no tocante a distribuição da merenda escolar durante o período de paralisação das aulas em decorrência da Pandemia.

Na primeira representação, Cosme Guedes vereador mais votado do município nas últimas eleições municipais solicitou ao MP/AL que determine a distribuição dos kits da merenda escolar todos os meses para as famílias de aluno em situação de vulnerabilidade Social, uma vez que segundo o parlamentar, a prefeitura municipal vem recebendo o recurso mensalmente através de repasse do Governo Federal para compra da merenda escolar e não tem distribuído na totalidade das escolas municipais de povoados, distritos e sítios e na cidade, além de não demonstrar transparência na utilização dos demais recursos públicos.

Já na segunda representação, o vereador solicita do MP/AL que proceda uma auditagem nos gastos dos recursos para a prevenção e combate ao CORONAVÍRUS no município, de modo a combater atos de prevaricação da Prefeitura Municipal e da Secretaria Municipal de Saúde, uma vez que no entendimento do parlamentar, é insignificante o valor penhorado para compras de testes rápidos para o CORONAVÍRUS considerando a quantidade de habitantes.

Cosme Guedes finaliza, pedindo ao MP/AL que investigue uma denúncia que o mesmo recebeu através de suas redes sociais, de infectados que não estão recebendo da prefeitura municipal os remédios para os cuidados e busca de melhorias para os pacientes que contraíram o CORONAVÍRUS.