terça-feira, 2 de junho de 2020

Prefeitura de Canapi economiza mensalmente mais de R$: 550 mil reais deixando servidores contratados da educação sem salários.


Atual gestão municipal alegou não ter sentido algum, sustentar tais contratações sem a continuidade das aulas. Informação foi divulgada no Plano de contingenciamento de despesas reestimativa de receitas e despesas Covid-19.

Por: Redação

Crédito: Reprodução/PTMC

Após ser alvo de um despacho do TCE/AL que determinou a publicação no Portal da Transparência do Plano de Ação Municipal de combate e prevenção ao Covid-19, a Prefeitura Municipal de Canapi no alto sertão de Alagoas, também divulgou um Plano de contingenciamento de despesas reestimativa de receitas e despesas Covid-19. E é neste referido plano que uma informação tem chamado bastante atenção dos servidores da educação do município que tiveram seus contratos suspensos no dia 20 de Março do corrente ano (2020) devido à suspensão das aulas em decorrência da Pandemia. À época, a atual gestão municipal alegou a impossibilidade da continuidade de pagamento aos servidores por impedimento previsto na Lei do Fundeb, contudo, 40 dias depois, após inúmeras críticas nas redes sociais pela decisão de suspender os contratos, a prefeitura resolveu pagar 20 dias do mês de Abril, porém, mantendo a suspensão dos contratos.

Todavia, após o pagamento dos 20 dias de Abril, lá se vão 40 dias sem remuneração e o pior, sem qualquer perspectiva de retorno dos servidores da educação de Canapi as suas atividades. Enquanto isso, a Prefeitura Municipal exalta em seu Plano de Contingenciamento, uma economia mensal de aproximadamente R$: 550.595,15 (quinhentos e cinquenta mil quinhentos e noventa e cinco reais e quinze centavos) gerada pela suspensão dos contratos que a atual gestão municipal alega não ter sentido algum sustentar tais contratações sem a continuidade das aulas.

Ainda no tocante a educação, o plano estima que somente com Transporte Escolar, o município também economizou aproximadamente R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais) no mês de março e cerca de R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais) no mês de abril.

Vale destacar, que economizar sempre é bom, desde que haja um objetivo maior, que pelo momento de calamidade pública que o município, o estado, o país e o mundo está vivenciando suponha-se que tais recursos seriam revertidos para ações de combate e prevenção ao Corona Vírus, porém, este não é o caso, haja vista que são receitas com finalidade distintas e que até então os recursos da saúde enviados pelo Governo Federal ao município de Canapi, estão sendo mais que suficientes, tanto é que se quer estão sendo utilizados em ações conforme vem sendo adotadas em outros municípios, tais como: Instalação de lavabos em pontos estratégicos da cidade, desinfecção e lavagem de ruas entre outras.



Clique no link abaixo e confira o documento na íntegra