PREFEITURA DE INHAPI

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Juiz determina remoção de “quebra-molas” que estavam provocando acidentes na AL-140

Lombadas foram construídas de maneira inapropriada e não estavam sinalizadas adequadamente.
Por Jota Silva
Os dois “quebra-molas” que vinham provocando acidentes em um trecho da AL-140, no Sítio Rio Grande, zona rural de Mata Grande, foram removidos na tarde deste domingo (16), por volta das 15h, por determinação do juiz Jairo Xavier, titular da comarca do município.
O magistrado tomou a decisão depois de receber o relato de várias pessoas se queixando da construção das lombadas que segundo elas estariam em uma localidade inapropriada e que já havia feito ao menos oito vítimas de acidentes somente em três dias.
Com o apoio do promotor de justiça Cláudio Telles, o juiz comprovou a veracidade das denúncias e com a ordem judicial em mãos foi até a localidade para providenciar a remoção dos redutores de velocidade. Ao chegar no local, o magistrado foi surpreendido por outro acidente que tinha acabado de acontecer.
O motociclista Noel Henrique da Silva, 47, ficou gravemente ferido depois de cair da moto que conduzia, ao pular as duas lombadas. Testemunhas relataram que a vítima não percebeu os obstáculos na rodovia. O homem foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o estado de saúde dele era considerado grave.
Muita gente foi até a localidade para apoiar o cumprimento da decisão judicial, inclusive o prefeito do município, Jacob Brandão, e o da cidade de Inhapi, José Cícero. Brandão assinou um abaixo-assinado e seguiu viagem, já Zé Cícero, além de ficar abaixo assinado, disponibilizou uma máquina para realizar a retirada dos “quebra-molas” e ficou no local até a conclusão do serviço.
O Departamento de Estrada de Rodagem de Alagoas (DER) foi comunicado da retirada das lombadas através de um ofício enviado pelo juiz que tomou a decisão. O documento tem anexos com matérias jornalísticas divulgadas em sites e relatório de todos os acidentes ocorridos no trecho da rodovia estadual que aconteceram por causa dos “quebra-molas”.
















 Fonte: Minuto Sertão com informações da Central do Sertão

Nenhum comentário:

Postar um comentário