terça-feira, 4 de agosto de 2015

Comerciante é assassinado a tiros na presença dos pais em Pão de Açúcar

Irmãos são suspeitos do crime; um foi preso em flagrante e outro conseguiu fugiu

Por Redação
Fonte: Minuto Sertão
O comerciante Marcelo José da Costa, conhecido como “Marcelinho”, 33, foi assassinado com vários disparos de arma de fogo, na noite deste domingo (02), por volta das 20h, na Rua Marcos Vinício, no centro da cidade de Pão de Açúcar. Um suspeito do crime foi preso e outro conseguiu fugiu.
“Marcelinho” estava na casa dos pais, no momento em que foi alveado com os tiros que teriam sido efetuados por ocupantes de um carro. Conforme testemunhas, os assassinos chegaram na residência a procura da vítima e quando ela saiu para os atender, foi surpreendida pelos tiros que a mataram na hora.
Os pais de “Marcelinho” presenciaram o assassinato e teriam reconhecido os criminosos que de acordo com populares estavam em uma Pajero, de cor preta e placa não anotada.

Uma guarnição do Grupamento de Polícia Militar (GPM) do município esteve na localidade e diante dos primeiros levantamentos saiu em busca dos assassinos. Já próximo da cidade de Batalha, na AL-220, os policiais localizaram um veículo com as mesmas características do que foi utilizado no assassinato.
De acordo com a guarnição que participou das buscas, ao perceber a viatura policial, o jovem Petson dos Anjos Filho, 27, fugiu pelo matagal a margem da rodovia estadual, deixando para trás o irmão José Petrúcio dos Anjos, conhecido como “Petrucinho”, 23. Os dois estavam em uma Pajero TR4, de cor preta e placa NMA-9380/Pão de Açúcar.
O rapaz foi detido e levado para a Delegacia Regional de Polícia (3ª-DRP), sediada em Batalha, onde prestou depoimento e negou a participação dele e do irmão no assassinato. Apesar disso, o mesmo foi autuado em flagrante delito pelo crime de homicídio e ficou recluso a disposição da Justiça. 
Segundo o agente policial civil Amaurivan, chefe de operações da delegacia de Jaramataia, plantonista da 3ª-DRP, o rapaz que fugiu dos militares enviou no mesmo dia um advogado para informar que vai se apresentar em breve.
O corpo de “Marcelinho”, que era proprietário de uma distribuidora de bebidas em Pão de Açúcar, foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca. O motivo e a autoria do crime estão sendo investigados pelo delegado Fernando Lustosa, titular da delegacia distrital de Pão de Açúcar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário