segunda-feira, 9 de setembro de 2019

Jovem advogado natural de Água Branca anuncia pré-candidatura a Prefeito do município levantando a bandeira da verdadeira nova política.


Filiado ao PSDB, onde colocou seu nome a disposição, Ricardo Lima segue o novo jeito transparente e inovador de fazer política do partido, inspirado no exemplo do Senador Rodrigo Cunha, atual presidente da executiva estadual.

Por: Redação

A população do município de Água Branca, localizado no alto sertão de Alagoas, recebeu com grande alegria e esperança o anúncio da pré-candidatura do jovem advogado aguabranguense Ricardo Lima feito na ultima semana de Agosto.

Filiado ao PSDB, Ricardo Lima colocou seu nome a disposição do partido por admirar principalmente o novo jeito transparente e inovador de fazer política do atual Senador Rodrigo Cunha e quem sabe assim levar esse compromisso ao comando da Prefeitura Municipal, afinal de contas, Ricardo se diz pronto para encarar os desafios da política em busca de melhorias na condição de vida da população e do desenvolvimento de Água Branca.

“Coloco meu nome a disposição porque represento a verdadeira nova política que não aceita e não pode se omitir a um governo sem rumo como temos atualmente no comando do nosso município, sem projetos voltados a população, em especial dos mais necessitados. Uma gestão que não cumpre com suas promessas de campanha, que insiste na mesma forma ultrapassada de governar de gestores passados e que como se ainda já não fosse o bastante, não valoriza os excelentes profissionais do quadro de servidores públicos que o município tem, muito menos os potenciais artísticos, culturais e esportivos de nossa amada cidade” – Disse.

Filho Natural de Água Branca, Ricardo Lima sempre advogou em prol dos direitos dos mais necessitados e em causas sociais, se gabaritando quanto aos anseios dos seus conterrâneos que clamam por gente nova de idéias novas na política. E Ricardo representa muito bem tais anseios, não é a toa que tem sido frequentemente convidado para visitas nas comunidades rurais, onde tem conversado com a população, sentido suas angústias e sonhos por uma Água Branca menos desigual com mais oportunidades e respeito para com seu povo.