quarta-feira, 4 de setembro de 2019

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Câmara de Vereadores de Mata Grande retira nota de esclarecimento em que afirma que o site Central do Sertão mentiu sobre lei municipal dos precatórios da educação.

Por: Redação/Central do Sertão

Vimos através deste, informar aos nossos leitores que a Câmara Municipal de Vereadores de Mata Grande ao retirar o DIREITO DE RESPOSTA reconheceu que o site apenas publicou exatamente o que consta do projeto e a insatisfação do sindicato dos professores com sua aprovação, que segundo os parlamentares só ocorreu porque o prefeito Erivaldo Mandu, autor da referida lei, se comprometeu a só gerir 40% do valor dos precatórios, e só investirá o restante, ou seja, 60%, quando houver a decisão final do Supremo Tribunal Federal acerca da questão, mas, que, porém, conforme apurou o Blogueiro e Jornalista Marcio Martins tal compromisso não consta na lei, mas sim através de ofício encaminhado junto com o projeto. Todavia, dada a aprovação, os professores agora lutam pela adição de uma emenda ao projeto que assegure a possibilidade de pagamento do rateio dos 60% em caso de decisão favorável da justiça para com a categoria.

Ao mesmo tempo, repudiamos a atitude de algumas pessoas mal intencionadas que fizeram uso politiqueiro da matéria que divulgamos para ofender, difamar e caluniar os vereadores nas redes sociais sem qualquer fato comprobatório de ilícitos praticados pelos vereadores para a aprovação do projeto, tendo em vista que a matéria em momento algum levantou qualquer suspeita neste sentido, apenas retratou o que consta no projeto de lei, o qual de fato é passivo de críticas aos parlamentares, porém, jamais de ofensas pessoais e muito menos calúnias, até porque aqueles que assim procederam poderão responder judicialmente tanto na área cível como criminal por crimes contra a honra.