quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Morte de servidor público municipal dois meses após sua tão sonhada efetivação comove população de Mata Grande.


João Damasceno de Souza era Agente de Endemias e faleceu vítima de um infarto fulminante na madrugada desta quinta-feira (16). Seu corpo está sendo velado em sua residência de onde sairá o féretro para o cemitério local nesta sexta-feira (17) as 10h da manhã.

Por: Redação
Crédito: Arquivo familiar                     

Após 14 anos dedicados ao serviço público e a saúde da população matagrandense, somente em Novembro de 2019 o ACE – Agente Comunitário de Endemias João Damasceno de Souza de 64 anos, finalmente recebeu sua tão sonhada portaria de efetivação. Foi um momento de grande emoção vivida por aquele que tanto se dedicou a saúde dos seus conterrâneos, mas que infelizmente, dois meses depois, seu coração parou de funcionar e seu João veio a óbito vítima de um infarto fulminante.

A morte de seu João comoveu a todos, afinal de contas, se tratava de um profissional exemplar querido por todos os seus familiares, amigos e conterrâneos. Seu corpo está sendo velado em sua residência na Rua Araújo Jorge próximo a Igreja Matriz de onde sairá o féretro para o cemitério local nesta sexta-feira (17) as 10h da manhã.