PREFEITURA DE INHAPI

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Agricultor é preso acusado de agredir a esposa e atirar em trabalhador do Canal do Sertão

Creditos: João Marcelo
Por Jota Silva e Fábio Guedes
O jovem Cícero Campos de Souza, 28, trabalhador das obras do Canal do Sertão, foi atingido com um disparo de arma de fogo, na tarde da última sexta-feira (29), por volta das 16h, no escritório da construtora OAS, localizado no povoado Leobino, em Inhapi. O atirador foi preso no local do crime e se trata do agricultor Cícero Carlos da Silva, conhecido como “Cural”, 44.
O acusado estaria agredindo Adriana Maria da Conceição, companheira dele, quando alguns funcionários da construtora interviram na ação violenta e impediram que ele continuasse com as agressões contra a mulher. Aparentemente embriagado, “Cural” não havia gostado da intromissão dos trabalhadores, quando entrou para dentro de casa e saiu com uma espingarda artesanal.
Depois de muita ameaça, o agricultor terminou atirando na direção dos empregados da OAS e acertou um deles que estava em uma fila para receber o salário e nada tinha a ver com a confusão. O atirador tentou fugir, mas foi detido pelos colegas da vítima que o espancaram até a chegada dos policiais do Grupamento de Polícia Militar (GPM) do município.
Cícero Carlos foi levado para a Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP), em Delmiro Gouveia, de onde teve que ser levado para o hospital, devido aos espancamentos que sofreu, mas depois retornou para a cadeia, onde ficou preso pelos crimes de violência doméstica, tentativa de homicídio e posse de arma de fogo.
O jovem ferido com o tiro é morador do povoado Sinimbu, zona rural de Delmiro Gouveia, e foi levado para o hospital regional, em Santana do Ipanema, onde foi submetido a um processo cirúrgico e se recupera fora do risco de morte.
A mulher do acusado foi espancada com socos e chutes e também precisou de atendimento médico. Ela foi levada para uma unidade hospitalar da cidade e seu estado de saúde não foi divulgado.

Fonte: Minuto Sertão

Nenhum comentário:

Postar um comentário