PREFEITURA DE INHAPI

terça-feira, 7 de março de 2017

LEVANTE-SE

Ó preguiçoso, até quando ficarás deitado? Quando te levantarás do teu sono? Prov 6:9

Certo dia Jesus encontrou um paralítico. Pedia esmolas e ficava deitado perto do tanque de Betesda, esperando que alguém o ajudasse a entrar nas águas. Ao vê-lo, Jesus se compadeceu. O Senhor sempre se compadece das pessoas paralisadas porque uma vida sem movimento é quase uma vida vegetal. Sonhos, planos, expectativas, tudo, acaba em frustração e inércia. Jesus aproximou-Se do paralítico e disse: Levanta-te, toma o teu leito e anda.” E num instante o homem começou a dar pulos de alegria. Estava curado e naquele instante a vida começava para ele.

Há muita gente deitada nesta vida. Pessoas que dormem o sono da mediocridade. Gente boa, sincera, que sofre a terrível enfermidade do acomodamento. Pessoas que se escondem atrás do argumento de que nunca tiveram oportunidades esquecendo que as oportunidades não chegam sozinhas. É preciso ir buscá-las. 

Por isso Salomão pergunta: “Até quando ficarás deitado?” Quanto te levantarás? O verbo levantar-se, no original é qûm que significa entre outras coisas, acontecer. Acontecimento é um fato, uma realização, portanto, o convite a levantar-se é o convite a acontecer.

A luz do texto de hoje, muitas pessoas não são realizadas pelo simples fato de estarem  dormindo, enquanto outros trabalham. “Nesta civilização não existe lugar para o ocioso,” costumava dizer Henry Ford. Eu diria a mesma coisa de outra forma. Nesta civilização talvez haja lugar para os ociosos, mas na galeria dos vitoriosos, com certeza não. A vitória é a recompensa do trabalho.

Mas o ser humano gosta de dourar a pílula. Inventa desculpas. Racionaliza, joga a culpa no governo, no desemprego, na injustiça social e não aceita o simples fato de que sempre existe trabalho para quem deseja trabalhar.

Não adormeça. Não se amedronte diante dos desafios. Você hoje está ferido, magoado e sem vontade de lutar, lembre-se que ao seu lado está Jesus com a mão estendida, disposto a socorrê-lo. Todo dia é uma página em branco para escrever uma nova história. “Até quando ficarás deitado? Quando te levantarás do teu sono?”

Alejandro Bullón

Nenhum comentário:

Postar um comentário