quarta-feira, 3 de abril de 2019

“Quantas pessoas podem ter morrido por falta de investimentos mínimos em saúde pelo prefeito ladrão que São José da Tapera tem hoje” – Dispara vereador.


Declaração foi dada durante votação que rejeitou as contas do prefeito Zé Antônio em sessão extraordinária da Câmara nesta terça-feira (02) que o tornou inelegível por 08 anos.

Por: Redação
Crédito: Ascom/CMVSJT

Em sessão extraordinária da Câmara Municipal de Vereadores de São José da Tapera realizada na noite desta terça-feira (02) durante votação do parecer de Junho/2018 do vereador Cosme Guedes então presidente da comissão de finanças e orçamento que rejeitou as contas do prefeito Zé Antônio relativo ao exercício anual/2008 conforme entendimento do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas (TCE/AL), o vereador Profº Marcio ao fazer uso da Tribuna se dirigindo a uma platéia que lotou o plenário da Câmara, não poupou críticas ao prefeito Zé Antônio o qual chamou de LADRÃO por não ter investido o mínimo em saúde conforme irregularidade apontada pelo tribunal. “Quantas pessoas podem ter morrido por falta de investimentos mínimos em saúde pelo prefeito ladrão que São José da Tapera tem hoje” – Disparou vereador que inclusive chegou a insinuar que o gestor teria comprado uma fazenda com o dinheiro que deixou de investir na saúde e na educação em 2008. “Como é possível que alguém que recebe mensalmente como prefeito um salário líquido de R$: 13.000,00 (Treze mil reais) tenha acumulado um patrimônio de 03 (três) milhões de reais? – Questionou.

Dos 13 (treze) vereadores que compõem o Poder Legislativo Taperense, apenas 07 (sete) compareceram a sessão desta terça-feira (02), porém, em número suficiente para concluir o processo de rejeição das contas do prefeito que o tornou inelegível por 08 anos.

Vale destacar que a cada voto proferido, os vereadores eram aplaudidos pela população presente, que ao final da sessão, comemorou o resultado da votação proclamado pelo presidente Marquinhos X por 07 (sete) votos a 00 (zero).