09/01/22

Prefeitura de Mata Grande emite nota de esclarecimento sobre pagamentos informados ao FNDE que nunca caíram na conta dos professores.

Atual gestão alegou erro na inserção dos dados no sistema (SIOPE), abriu sindicância, demitiu servidor e agradeceu ao o Jornalista Márcio Martins por identificar o problema.

Por: Redação

A Prefeitura Municipal de Mata Grande, publicou em suas redes sociais neste sábado (08), uma nota de esclarecimento sobre pagamentos milionários informados ao FNDE através do SIOPE - Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos da Educação, que nunca caíram nas contas dos servidores do município. Nela, a gestão municipal do prefeito Erivaldo Mandu, reconheceu o problema justificando erro na inserção dos dados no sistema feito por um servidor que foi demitido, disse ainda que abriu uma sindicância para melhor apuração do caso e que já fez o pedido de correção da remuneração dia servidores da educação junto ao SIOPE.

Na nota, a prefeitura ainda agradece ao Jornalista Marcio Martins integrante da nossa equipe de redação, responsável pela matéria, por ter identificado o problema. Já Marcio Martins afirma que apesar de todas as evidências apontarem para o alegado erro, apesar de recorrente desde 2017, o fato das despesas não baterem com a receita é algo a ser considerado contra qualquer ilegalidade supostamente cometida pela gestão municipal. "Todavia, continuarei vigilante,  investigando qualquer eventual e suposta ilegalidade que possa existir tanto neste, como em qualquer outro caso que envolva recursos públicos neste sertão alagoano" - Disse o Jornalista Marcio Martins.

Confira na íntegra a Nota de Esclarecimento da Prefeitura Municipal de Mata Grande!

Nota de esclarecimento

Tendo em vista as informações recentemente divulgados em veículo de imprensa da nossa região a Prefeitura Municipal de Mata Grande vem a público esclarecer: 

01 - lamentamos o ocorrido, ao tempo que pedimos desculpas a todos aqueles que se sentiram prejudicados.

02 - Tão logo tomou conhecimento dos erros contidos na plataforma o prefeito municipal determinou abertura de sindicância buscando identificar possíveis responsáveis.

03 - Nenhum servidor que tenha os números alterados, sofrerá qualquer punição ou perda, até porque não houve repasse a mais, as informações aqui contidas podem ser analisadas com base nas remessas enviadas ao banco bem como aos dados remetidos ao TCE - Tribunal de Contas de Alagoas e não com os valores demonstrados erroneamente no SIOPE.

04 - Todo servidor bem como a sociedade matagrandense em geral poderá acompanhar e identificar os reais valores pagos no portal de transparência através do endereço http://www.matagrande.al.gov.br/novo/portal

05 - O governo municipal ressalta seu zelo pela transparência e lisura dos atos públicos assim declara não ter havido qualquer dano ao erário.

06 - fazemos deste, voto de agradecimento ao instrumento de comunicação por meio do Jornalista Márcio Martins em sua atenção ao SIOPE, deste modo a gestão pode identificar o mal funcionamento do software anterior em alguns campos existentes naquele banco de dados que vieram a resultar em uma falha de valores migrados, horas trabalhadas e localização do local de trabalho. 

07 - Informamos aos munícipes que uma nova empresa foi contratada e neste momento junto aos nossos técnicos auditam os dados para correção de erros e conferência desses valores, com isso sanando as divergências, podendo agora corrigir as informações anteriores do SIOPE.

08 - Por fim, a medida de que as informações forem sendo corrigidas a prefeitura irá divulgar em suas redes sociais,  garantindo aos interessar o acompanhamento das providências. Hoje sábado dia 07/01/2022 será ratificado o ano de 2020 tendo prazo médio de até  24 horas na atualização do sistema. Durante a próxima semana serão informados os demais anos. Como está sendo uma análise muito minuciosa de todos os dados dos servidores de todos os meses dos anos de 2017 a 2020 e não apenas dos meses que os servidores constataram a irregularidade.