01/01/22

Hospital Chama de Arapiraca se recusa a receber idosa com câncer que precisa de cirurgia urgente, diz família.


Residente na zona rural de Inhapi no alto sertão de Alagoas, a paciente de 68 anos faz tratamento contra o câncer no referido hospital, mas desde o dia 28\12\2021 está internada em Santana do Ipanema lutando pela vida enquanto aguarda transferência para uma cirurgia de urgência devido a impossibilidade de fazer suas necessidades fisiológicas.

Por: Redação

Familiares da idosa Juraci Beserra Guerra de 68 anos, residente Sitio Retiro, zona rural do município de Inhapi no alto sertão de Alagoas, entraram em contato com a nossa equipe de redação na tarde deste sábado dia 1° de Janeiro de 2022, para relatar o que consideram um caso de negligência do Hospital Chama em Arapiraca, que segundo eles, teria se recusado em receber a paciente a qual faz tratamento contra o câncer de colo do útero pela rede SUS do Hospital e agora precisa de uma cirurgia urgente. Acontece que, o Hospital alega não ter leito disponível para receber a paciente e muito menos cirurgião disponível para realização do procedimento cirúrgico. 

Todavia, o problema é que enquanto isso, Dona Juraci que deu entrada as pressas no Hospital Regional Clodolfo Rodrigues em Santana do Ipanema na última terça-feira (28) está sofrendo e a família desesperada tendo em vista que a mesma não está conseguindo fazer suas necessidades fisiológicas, precisando urgentemente de uma cirurgia de desobstrução intestinal. Enquanto aguarda transferência justamente para o Hospital Chama de onde é paciente do setor de Oncologia, (conforme comprovam as fichas de atendimento anexas a esta matéria), Dona Juraci permanece lutando pela vida apenas em estágio de OBSERVAÇÃO no Hospital em Santana do Ipanema.


A família conta ainda, que, chegou a se informar do Hospital Chama se haveria possibilidade de realizar a cirurgia de forma particular, e a resposta foi que SIM, mas ao custo de R$: 30 mil reais, o qual a família não tem condições de pagar, fora a diária do hospital e sem garantia de realizar a cirurgia de imediato. "O que nos deixa indignados é que o próprio hospital em que ela é paciente e tem o cirurgião diz não ter responsabilidade com a paciente pelo simples fato de está em observação em Santana" - Desabafou uma cunhada da idosa. 

Netas da Dona Juraci estiveram no Hospital Chama em Arapiraca na tentativa de conseguir a transferência da avó para realização da cirurgia e revoltadas com a negação de recebimento, resolveram gravar pelos menos dois vídeos expondo a situação. Confira!



O que diz o Hospital

Nossa equipe de redação entrou em contato com a recepção do hospital e fomos direcionados para o serviço social da unidade hospitalar onde segundo a Assistente Social plantonista nos informou que somente o setor de Oncologia do Hospital poderia responder pela paciente, mas que o mesmo está fechado com previsão de retorno apenas para a próxima segunda-feira (03). Solicitamos então falar com o setor de comunicação e ou a Direção do Hospital, mas a resposta foi mesma.

Agora, esperamos que alguma autoridade em saúde ou mesmo os representantes da Justiça e da defensoria pública deste estado, bem como nossos colegas da imprensa, tenham a sensibilidade de se compadecer da dor dessa família e principalmente da paciente em questão, pois acreditamos que cargo, status e poder se não for para ajudar ao próximo, tem menos necessidade do que o lixo que produzimos todos os dias. (Att; Redação\Central do Sertão)