PREFEITURA DE INHAPI

quarta-feira, 2 de março de 2016

Após muita polêmica, prefeito Zé Cicero consegue aprovação do orçamento municipal com 100% para remanejamento sem autorização da Câmara.

Oposição não consegue votos suficientes e veto do prefeito as emendas do orçamento municipal propostas pelos vereadores são mantidos.

Por: Redação
Crédito: Central do Sertão/Reprodução

Após toda polêmica criada em torno do orçamento público municipal de Inhapi, que 09 dos 11 vereadores se recusavam aprovar alegando que primeiro o prefeito deveria enviar a Câmara a prestação de contas do ano anterior, depois de vários desentendimentos o orçamento de pouco mais de 51 milhões de reais para 2016 acabou sendo posto em votação e consequentemente aprovado pelos edis, mas com outra redação dada as várias emendas propostas pelos vereadores, que por sinal, não agradaram em nada o prefeito Zé Cicero, o qual acabou vetando todas as emendas aprovadas e reenviando o projeto para a Câmara, que na manhã desta terça-feira pois fim a "novela". Dos 11 vereadores, 08 compareceram a sessão, foram eles; Márcio de Adelmo, Alex Lima, Beto Malta, Gilson Tenório, Vaninho, Benzol, Niquinha e Valter de Elias. 

Logo no início da sessão, o presidente da Câmara, vereador Vaninho anunciou que a votação do orçamento iria ser realizada em dois turno e em votação secreta, no entanto, o vereador Marcio de Adelmo se recusou a votar secretamente ao dizer que não iria votar em uma caixa de sapato, pois seu voto seria aberto, sendo acompanhado na votação de segundo turno pelos vereadores; Beto Malta, Alex Lima, Gilson Tenório e Niquinha, já os vereadores Valter de Elias, Benzol e o presidente Vaninho optaram por esconder o voto.

E assim ficou definido o resultado da eleição para manutenção ou derrubada dos vetos feito pelo prefeito José Cicero. Foram 05 votos favoráveis a derrubada dos vetos e 03 pela manutenção dos mesmos, ou seja, 05 votos contrários ao prefeito e 03 a favor, contudo, como para que os vetos fossem derrubados seria necessário pelo menos 06 votos contrários ao gestor, apesar da "derrota" em termos numéricos, o prefeito acabou levando a melhor, conseguindo a aprovação do orçamento sem "tirar" nem "pô" uma só virgula, que entre outras tantas vantagem na forma como a qual o gestor pretende utilizar os recursos do orçamento, a garantia de remanejamento de 100% dos recursos do orçamento sem necessária autorização da Câmara pode ser considerada sua maior vitória, afinal de contas, para que o prefeito agora precisará da Câmara na hora de decidir em que obras e ações deverá investir o dinheiro do municipio.

Votaram contra o prefeito os vereadores; Beto Malta, Alex Lima e Marcio de Adelmo e outros dois votos que saíram dos votos secretos dados pelos vereadores; Vaninho, Valter de Elias e Benzol, que inclusive entre os três ainda teve um que votou favorável ao prefeito, juntamente com o vereador Gilson Tenório e Niquinha que votaram abertamente. Os faltosos foram; os vereadores, Laércio, Morcego e Divan Ferreira.

Pois é caros eleitores inhapienses, a novela pode até ter terminado, mas o mistério sobre o voto que definiu o resultado da eleição ficou no ar, afinal, qual dos três vereadores que votaram secretamente, votaram a favor do prefeito? Benzol, Vaninho ou Valter de Elias que até então era o mais aflamado opositor do prefeito Zé Cicero, que fazia questão de divulgar seu voto contrário aos interesses do gestor e até chegou a pedir o afastamento do mesmo por suposta improbidade administrativa?












6 comentários:

  1. Queria saber na falta de um vereador é descontado de seus vencimentos pois cumpro 40 hrs se eu faltar é descontado vão uma vez p semana duas hrs e ainda falta aí é demais

    ResponderExcluir
  2. Não sei onde é mais vergonhoso. Em Brasília o no Inhapi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neste caso são iguais, porque só olham pra sim e esquecem dos meros mortais que acordam cedo pra ir trabalhar e ganhar um salario desumano e ainda pagarem impostos pra esses bandidos luchar as nossas custas... Acordem povo, só nos podemos mudar o rumo desse pais...

      Excluir
  3. Fico me perguntando,como e que vereadores eleitos pelo povo,pra lutar pelos direitos do povo,se recusam a aprovar um orcameto,simplesmente por disputa politica.orcamento esse que direta ou indiretamente e pra beneficiar o povo que os elegeram.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. como beneficiar o povo? se a maior parte usam para beneficio próprio... abre o olho rapaz aqui é Brasil...

      Excluir
  4. Eita nós essa é a forma q os vereadores retribue nosso voto É ficando contra nos

    ResponderExcluir