14/10/21

SINDSCAN cobra Plano de Trabalho da prefeitura para pagamento dos R$: 7,3 milhões de reais de sobras do Fundeb/2021 aos profissionais da educação de Canapi.

 


Em Nota Oficial, Sindicato informa que reivindicou que eventuais salários adicionais sejam pagos a todos os profissionais da educação, o que inclui professores e todo quadro administrativo. Ofícios foram protocolados nesta quinta-feira (14) incluindo outras demandas tais como; separação de folhas de pagamento de Dezembro/2021 e Janeiro/2022; Concurso público e Complementação salarial pela inflação. CONFIRA! 

Por: Redação com Ascom/SINDSCAN

 NOTA OFICIAL

Vimos por meio deste, comunicar a todos, que na manhã desta quinta-feira (14), protocolamos junto a Prefeitura Municipal, dois ofícios de enorme relevância pela garantia dos direitos dos nossos servidores filiados e não filiados. Além disso, reiteramos o pedido feito meses atrás de outros dois ofícios ignorados pela atual gestão municipal. 

No primeiro ofício, pedimos a sensibilização do prefeito para que proceda os proventos do mês de Dezembro de 2021 e Janeiro de 2022 em folhas separadas com salário do Dezembro, terço de férias e possíveis outros valores a serem recebidos, a exemplo do Governo do Estado; 

No segundo ofício, solicitamos informações sobre o Plano de Trabalho para utilização dos R$: 7,3 milhões de reais que a própria prefeitura divulgou ter em caixa em sobras dos recursos do Fundeb/70 R$: 04 milhões e do Fundeb/30 R$: 3,3 milhões. Além disso, reforçamos a garantia do direito de TODOS OS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO a eventuais salários adicionais e outras vantagens que vierem a serem pagam com a sobra dos recursos em caixa que até Dezembro será ainda maior; 

Já no tocante aos ofícios reiterados, mais uma vez cobramos a realização de concurso público e compensação salarial corrigida pela inflação para este ano de 2021 em ofício conjunto protocolado pelo SINDSCAN e pela CUT/AL. 

UILO PAULINO DE OLIVEIRA

PRESIDENTE – SINDSCAN

DIRETORIA EXECUTIVA

CONSELHO FISCAL