quinta-feira, 23 de julho de 2015

Sítios arqueológicos são encontrados em Inhapi.

O agente de endemias da cidade de Inhapi, Roberto Oscar (Bero), que também é geógrafo de formação, em visita a residências na zona rural da cidade tem se deparado com um importante patrimônio arqueológico, sítios de pintura rupestre. Seu interesse pelo tema e sua persistência em preservar esse patrimônio fez com que os gestores do município tomassem conhecimento e através do prefeito Zé Cícero e do secretário de cultura, o sr. Claudemir Moreira, iniciaram contatos com profissionais especializados para que algo fosse feito o mais rápido possível. No último dia 16 de julho o prefeito da cidade de Inhapi assinou um protocolo de intenções com o Núcleo de Pesquisa e Estudos Arqueológicos e Históricos-NUPEAH da UFAL - Campus Sertão. Neste protocolo, acordado e assinado entre as partes, a prefeitura se dispõe a auxiliar os pesquisadores no que for preciso em termos de logística, enquanto que o NUPEAH disporá de pesquisadores e estudantes da área de arqueologia e história para a realização das pesquisas.

Já nos dias 17 e 18 de julho uma primeira visita aos sítios arqueológicos foi realizada, e quatro sítios arqueológicos de pintura rupestre foram identificados, sendo “batizados” de sítio Saruê, sítio Bindal, sítio Bero, e sítio da Pedra da Letra do Rei, respectivamente. Durante a visita foram coletadas informações para que os sítios arqueológicos sejam cadastrados no banco de dados do IPHAN, órgão responsável pela preservação e proteção do patrimônio cultural, histórico e arqueológico.

Apesar da ação do tempo, os sítios arqueológicos estão bem evidentes, e algumas pinturas ainda apresentam formas, mesmo que “irreconhecíveis” para os dias de hoje. O importante nesse primeiro momento é o registro da presença humana nessa região em tempos pretéritos, pois, mesmo que saibamos que o território brasileiro foi densamente ocupado por povos indígenas no passado, muito antes da chegada dos europeus, para alguns locais como o estado de Alagoas essas informações se apresentam bastante fragmentadas. O estudo desses sítios contribuirá de forma significativa para a compreensão da dinâmica de ocupação na pré-história dessa área do sertão sanfranciscano.


Nenhum comentário:

Postar um comentário