PREFEITURA DE INHAPI

domingo, 1 de maio de 2016

Sindicato cancela tradicional Festa do Trabalhador por não recebimento das contribuições sindicais dos servidores pela Prefeitura Municipal de Canapi

Atual gestão municipal está a 11 meses sem repassar um só real ao sindicato apesar de nunca ter deixado de descontar o percentual de contribuição sindical da folha de pagamento de todos os servidores sindicalizados.

Por: Marcio Martins/Canapi Agora
Crédito: Canapi Agora

Quanta falta não deve está sentindo os servidores municipais efetivos e sindicalizados de Canapi que hoje, dia 1º de Maio - Dia do Trabalhador estariam assim como em anos anteriores festejando em grande estilo o seu dia? É! por falta de recursos o SINDSCAN - Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Canapi não realizará sua tradicional Festa do Trabalhador, isso porque segundo a direção do sindicato a Prefeitura Municipal simplesmente continua sem repassar os valores mensais a que lhes são de direito constitucional, relativo as contribuições sindicais dos servidores públicos municipais, totalizando consideraveis 11 meses sem o repasse de um só real a conta da entidade sindical, apesar da atual gestão municipal nunca ter deixado de descontar o percentual (1%) de contribuição sindical da folha de pagamento de todos os servidores sindicalizados.

Mas apesar da falta de recursos que realmente impossibilita a realização de uma festa do porte que anualmente vinha sendo realizada pelo SINDSCAN, além da falta de repasse das contribuições sindicais pela prefeitura, outro fato que chama bastante atenção da população é a fragilidade do sindicato no tocante a união e o engajamento de luta da categoria, uma vez, que a festa se tornou inviável por falta de recursos, o correto seria no minimo a realização de uma passeata em protesto contra a atual administração municipal, por entre outras coisas, "confiscar" o dinheiro dos servidores e não repassar para a entidade que brilhantemente lhes representa. No entanto, o que vemos são "servidores" acovardados que em sua maioria ainda não aprenderam, ou pior, não querem, separar a politicagem nojenta que por aqui impera entra governo sai governo, dos direitos conquistados com sangue de milhares de trabalhadores deste país que deram suas vidas para a conquista de cada um dos direitos trabalhistas que hoje desfrutam os trabalhadores brasileiros.

O que vemos em Canapi nos dias de hoje é um "Fla, Flu" entre os que apoiam o atual prefeito, e que por mais que ele erre, estará sempre certo, e, portanto, contra ele não tem essa de participar de protestos contra sua administração, afinal, é ele que continua a cumprir com os acordos eleitoreiros que o servidor acertou com o mesmo para fechar os olhos, tampar os ouvidos e se fazer de mudo, mesmo quando for seus direitos que estiverem sendo ameaçados. Já entre os que inflamam a categoria a lutar por seus direitos e a protestar contra o governo, em sua ampla maioria estão a frente os eleitores e até cabo eleitorais do ex-prefeito que na gestão do mesmo faziam justamente o que hoje fazem os eleitores do atual prefeito, que jamais participaram de assembleias do sindicato para se somar a categoria contra o gestor quando este também atentava contra os direitos dos servidores, mas que hoje, posam de cidadão que lutam por seus direitos e não por interesses partidários. 

Assim, neste jogo de interesses particulares e partidários que mancham a imagem desta brilhante categoria, o que vemos é apenas um presidente e poucos membros da diretoria, verdadeiramente imparciais que lutam pelos direitos da coletividade e não se deixam corromper pelas tentações do poder e do dinheiro fácil, no entanto, não é assim que um sindicato se fortalece, afinal, a causa de todas a diretoria e principalmente de todos os filiados deve ser única e exclusivamente a causa dos trabalhadores e não dos interesses partidários e individuais. Se continuarem assim, hoje foi a festa que foi cancelada, mas amanhã poderá ser o SINDSCAN a anunciar o seu FIM.

Um comentário:

  1. e o filho desse prefeito ainda quer entrar em mata grande, misericordia se entrar vai acabar de afundar.

    ResponderExcluir