09/07/22

Vereadores que ganharam eleição vendendo suas almas ao demônio agora apelam à misericórdia divina.

Crédito: Reprodução\Montagem\Charge:Google Imagens

[OPINIÃO] Marcio Martins

NOTICIÁRIO POLICIAL


Prefeito é condenado por desviar dinheiro da merenda escolar.

Vereadores aprovam mudança no nome de algumas ruas do município. 

 _____________\\______________

Prefeito liderou esquema que desviou milhões dos precatórios da educação.

Vereadores dobram os próprios salários e aumentam taxa de iluminação pública.

 _____________\\______________

Prefeito é flagrado pagando propina a vereadores para votar projetos de seu interesse.

Vereadores alegam que dinheiro era para "ajudar" no óleo dos caminhões pipas que usam para abastecer as comunidades.

 

QUEM NUNCA VIU ISSO ACONTECER EM SEU MUNICÍPIO?

Agora, e se a Câmara de Vereadores não prevaricasse e cumprisse com sua obrigação constitucional de fiscalizar atos, ações e omissões do Poder Executivo Municipal? 

Porém, como explicar o porquê os vereadores mesmo omissos sempre se livram dos esquemas de corrupção dos prefeitos envolvendo recursos públicos que eles não fiscalizaram? 


Destemida, somente a matemática é capaz de revela a corrupção quando não há provas materiais e a impunidade reina soberana. Afinal, como explicar, por exemplo, os casos de candidatos a vereador que se dizem honestos, declaram a Justiça Eleitoral apenas R$: 03 mil reais como despesas de campanha, quando na verdade gastam R$: 300 mil comprando votos para se eleitos ganhar um salário de R$: 04 mil por mês? 

Mas apesar de tudo isso, o nefasto ainda vive a ilusão de achar que não é LADRÃO e se ofende se alguém ousar em pelo menos sugerir que ele é, até porque não se pode acusar quem se considera “um ser de luz a serviço da caridade”. Esquece ele, que apenas o “homem” pode continuar sendo enganando, pois sua alma já foi entregue ao demônio faz tempo. Resta então, apelar à misericórdia de Deus, afinal, somente a ele cabe qualquer JULGAMENTO, pois aqui, faço apenas uma constatação baseada em seus ensinamentos e mandamentos, pois; “Do que adianta ao homem ganhar o mundo e perder a sua alma” [Mateus 16:26]