PREFEITURA DE INHAPI

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Após agredir namorada de 70 anos, jovem é detido e faz declaração de amor

Jovem é usuário de crack e disse que a vida sem a idosa é um vazio




Record Minas
Um homem, de 29 anos, foi detido após agredir a namorada dele, de 70, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais. O trabalhador rural deu chutes e tapas no rosto e pernas da idosa, que procurou a polícia e denunciou o companheiro.

Segundo relatos da vítima aos policiais, ela começou a namorar com o jovem há dois anos, quando ele foi trabalhar no sítio onde ela mora. A mulher relatou que, no começo do relacionamento, tudo era maravilhoso, mas que, de um tempo para cá, o detido começou a fazer uso de crack e agredi-la com frequência.


Na delegacia, o jovem confessou ter batido na idosa. No entanto, ele alegou que estava fora de si e aproveitou a presença da reportagem para fazer uma declaração de amor para a namorada.


— Se eu agredi, eu estava fora de mim. Não foi meu interesse, minha intenção. Peço ela desculpa, peço ela perdão. Eu amo ela, eu gosto dela. Minha vida sem ela é um vazio. Sem ela, eu não sou ninguém. Eu depende dela, eu preciso dela, eu quero ajudar ela. A gente sem um ao outro não somos nada. Ela foi a melhor pessoa que eu conheci, que me ajuda, que me incentiva, que me dá forças. Sem ela, eu não sou nada (sic)


Em 24 horas, a idosa procurou a polícia por duas vezes para denunciar o companheiro. Entretanto, na hora de registrar boletim de ocorrência, ela desistiu e o namorado foi liberado. Porém, ele terá que ficar a 100 m de distância da amada por tempo ainda indeterminado.

Por R7.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário