PREFEITURA DE INHAPI

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

DE INHAPI PARA O MUNDO; ARTISTA ALAGOANA GEOVANA CLÉA DESPONTA NO MERCADO INTERNACIONAL DAS ARTES PLÁSTICAS

IMG_1231Alagoana de Inhapi, Geovana Cléa vem conquistando, ao longo de uma trajetória artística que já somam duas décadas, destaque e reconhecimento internacional. Já teve seus trabalhos expostos em expôs em vários países e capitais do mundo, como Áustria, França, Suíça, Itália, Principado de Mônaco, Portugal e em importantes cidades como Roma, Veneza, Turim, Paris, Lyon, Nova York, Los Angeles, Lisboa, Monte Carlo; e atualmente está com a exposição individual “Stardust” em cartaz no Visionnaire Design Gallery, em Milão.
Geovana expôs no Brasil pela primeira vez em outubro de 2015, na Galeria Gamma, em Maceió, na coletiva “Cinco”. Na ocasião, fez um vídeo especialmente para o Aqui Acolá falando sobre as obras e sua trajetória artística. Ela participou da mostra com a série “Origens e Sentimentos”, uma homenagem ao Brasil. Esta série também participou da 54° Bienal de Veneza. Confira aqui!

Trajetória
Filha do agropecuarista Luiz Celso Malta Brandão e da pedagoga Rita Tenório Brandão, Geovana Cléa é a terceira e única filha de uma família de quatro irmãos. Na infância despertou para letras e a música. Indícios de que o universo das artes povoaria sua existência. Mas, foi em Florença, na Itália, berço do renascimento, que a alagoana enfim descobriu seu gosto pelas artes plásticas ao participar por um ano do curso de Língua Italiana e Arte, no Instituto Europeu de Língua e Arte.
Ao termino do curso voltou para sua cidade continuando com os estudos de técnicas artísticas. Mas, Geovana estava para a Itália, assim como o pincel para a tinta. O reencontro com a terra de Giotto e Michelangelo foi por amor. Casou-se com o italiano e ex-atleta profissional de ciclismo, Eddy Ratti.  Foi também lá que realizou sua primeira exposição, organizada pelo Instituto Cultural do Brasil em Milão, ligada ao Consulado e Embaixada do Brasil na Itália, em 2005.
1453520_10201048829688203_1445248276_n
Foto: Acervo da artista
Cléa também não se limitou ao território italiano. Expôs por três vezes (2011, 2012 e 2014) no Salão Nacional de Belas artes no Louvre de Paris, sendo que em 2014 a artista recebeu o prêmio da Juria da Sociedade Nacional de Belas Artes de Paris “Carrousel du Louvre 2014” pelas suas obras Earth and World of the Minerals. O salão existe desde 1861 e nele tiveram expostos trabalhos de artistas como Renoir (um dos primeiros presidentes da Sociedade de Belas Artes de Paris), Matisse, Picasso, Monet. O espaço é conhecido também como Salão dos Impressionistas de Paris.
 Escritora
1343617506geovana-il-giorno-18072012
Foto: Acervo da artista
 Além das artes plásticas, a alagoana também manteve o apreço pelas letras e, em 2012, ganhou um prêmio literário internacional na Itália, ao participar do Concurso “Vozes & Voci 2012” com o monólogo “Lição de Amor” e foi premiada na categoria Ouro. Em meio a centenas de textos, Geovana ficou entre os 33 escritores contemplados. A premiação foi oferecida pela Associação Cultural Internacional Mandala (ACIMA) que tem como objetivo favorecer a cultura entre brasileiros e italianos, bem como de todos os artistas do mundo.
A artista também tomou posse em 2015 como membro imortal da Academia Luminescência Brasileira (Academia de Ciências, Letras e Artes), com sede em Araraquara, no estado de São Paulo. Ela ocupa a cadeira número 64, cujo patrono é Pio Lourenço Corrêa.
 Exposição Stardust
Geovana mostra stardust
Foto: Acervo da artista
Inaugurada em 22 de outubro de 2015, a mostra individualStardust que segue até o final de janeiro no Visionnaire Design Gallery, em Milão, é resultado de um intenso trabalho realizado em dois anos. Nesta mostra, Geovana buscou inspiração às margens do rio chamado Trebbia (norte da Itália) para compor sua obra.  A exposição tem curadoria de Marco Morandini.
 A série consiste em um minucioso trabalho composto de pedras (pó de quartzo branco) colhidas à beira do rio, unidas a minerais líquidos, cristais swarovski e resina. Suas obras criam imagens cósmicas como uma projeção do pó das estrelas, evocando as origens da terra mãe, com cores intensas e plenas de expressividade.   

Obra Stardust by Geovana Clea (Stardust Collection) (1)
Foto: Acervo da artista
A galeria abre espaço para a arte contemporânea e esta presente em mais de 60 países do mundo.  “Assim como em cada obra que um artista faz, as criações que a Visionnaire apresenta e que são criadas por artistas, arquitetos e designers do mundo inteiro, têm como visão, propor obras únicas e feitas com materiais de valor”, explicou Geovana em entrevista para o Aqui Acolá.

12046766_1086097708076042_5257518513418741113_n
Foto: Acervo da artista
“Nesta exposição contei com sponsors como swarovski e Gobbetto resinas, dois lideres mundiais na própria área de produtos e isso graças a um querido amigo arquiteto Marcello Albini, que desde sempre trabalha no mercado do luxo e do design made in Italy”, explicou a artista.


Ainda segundo a Cléa, a Visionnaire conta com uma galeria interna desde 2011, em Milão, dedicada a projetos e Arte Contemporânea localizados, que se chama Wunderkammer Visionnaire, que e é onde a artista alagoana expõe no momento.

 Entrevista | Geovana Cléa
Conheça um pouco mais sobre a Geovana Cléa nesta entrevista concedida por ela ao Aqui Acolá por e-mail.
12052613_1086099874742492_8885097554106630484_o
Foto: Acervo da artista
Aqui Acolá – Como surgiu a ideia de trabalhar com arte?

Geovana Cléa  A arte não parte de uma ideia, artista nasce com um dom e com o tempo descobre que não pode viver sem pratica-lo.

Aqui Acolá – Qual técnica você utiliza nas suas obras?

2Geovana Clea StardustGeovana Cléa  Uso tintas acrílicas, resinas, ouro diluído e tintas tridimensionais, porém ultimamente estou desenvolvendo meu trabalho com tintas feitas com elementos naturais feitas com pó de quartzo ou minerais e metais líquidos.

Aqui Acolá – Qual sua exposição mais marcante?

Geovana Cléa  Foram tantas marcantes… A Bienal de Veneza foi especial, quando expos no Palácio Real de Milão também, esta ultima que ainda esta aberta na Visionnaire Design Gallery de Milão… Enfim, é sempre uma grande emoção mostrar o próprio trabalho.

155468_4172496475993_1877814896_nAqui Acolá  O que você levou de Alagoas e que vê refletido no seu trabalho?

Geovana Cléa  Alagoas é minha terra, carrego e carregarei sempre comigo as minhas origens, o amor pelo mar, pelo sol e pelas cores vibrantes.

550703_3177428279910_243156161_nAqui Acolá – Como o artista brasileiro é tratado em outros países? Você sentiu algum tipo de dificuldade?

Geovana Cléa  Independentemente de ser artista ou não, viver em outro país é muito difícil, ter que se adaptar a uma cultura diferente, com visões diferentes de vida é bem complicado. Mas, a arte é internacional e no meio artístico se encontra pessoas de varias nacionalidades, portanto, ser artista é como ter um passaporte válido a todas culturas e países do mundo.

Durante exposiçao de Geovana Stardust na Visionnaire Design Gallery MilaoLançamento da individual Stardust no Visionnaire Design Gallery, em Milão.

Aqui Acolá – Quem são suas referências artísticas?

Geovana Cléa  Tento buscar minhas ideias e fazer meus projetos artísticos em modo muito intimo, com o foco de criar algo que realmente saia de dentro de mim, portanto, não busco referencias com outros artistas, acredito que cada um tem o próprio valor justo por criar coisas que saem de dentro da alma e que se tornam únicas e especiais, e é justamente por isso que uma obra tem um valor indescritível.

Com alguns artistas de Emotions of the World e outros artistas convidados durante expo na Galeria Rosso Tiziano organizada por EOTWAqui Acolá  Atualmente você faz parte de um grupo de artistas. Gostaria que você falasse um pouco sobre essa experiência?

 Geovana Cléa – O grupo de artistas se chama Emotions of the World, foi ideado por mim, enquanto desde 2008 aqui na Europa estamos vivendo uma verdadeira crise econômica, foi uma forma de se unir e não parar com a nossa arte, seguir fazendo feiras internacionais e fazendo partnership com galerias de todo o mundo, hoje Emtions of the World é uma verdadeira Galeria de Arte Popup que já expôs em vários lugares e países.

10828071_10203548040806919_7616868225610368717_o
Foto: Acervo pessoal de Geovana. Artistas de Emotions of the World e outros artistas convidados durante expo na Galeria Rosso Tiziano organizada por EOTW.

Aqui Acolá – Falando um pouco sobre você, como é sua vida em Milão? Casou, teve filhos? Do que você mais sente saudades?

Geovana Cléa  Minha vida em Milão é bem empenhada com a arte, hoje me sinto em casa aqui, tenho amigos e uma vida social completamente milanesa.
Casei, tenho dois filhos, Victor de 17 anos Alicia de 14 anos e sou casada com um italiano, meus filhos nasceram em Maceió, amam a terrinha e vivem com saudades.

Foto: Acervo da artista. Geovana com o marido e os dois filhos
Sinto saudades de muitas coisas, do mar, do sol, dos amigos que deixei da minha família, do meu sertão, enfim… Sinto saudades de um pedaço de vida meu que estará sempre dentro de mim, mas quem sabe um dia eu volte.
*A foto que ilustra a capa do post é de Danilo Maiandi. 
Fonte: Aqui Acolá:


2 comentários:

  1. Parabéns Geovana fico imensamente feliz com sua vitoria pela artista que se tornou, hoje dona de um estilo ímpar e inconfundivel. Hoje a mídia local celebra sua conquista, oque acho digno mas oque fazem pelos artistas locais? Infelismente nosso lugar vive as margens da alienacão, largado ao descaso na mãos de aculturados que não tem a mínima sendibilidade de incentivar a produçao cultiral e artistica. Atenciosamente. Mousart Noia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faço questao de responder a voce Mousart, vc sabe o que diz, pois è artista desde sempre! grande sensibilidade... espero que a oportunidade que Deus me deu, possa tambem me dar a voz para mudar algo neste sentido. Arte è fundamental pra vida de todos nos.Obrigado. GC

      Excluir