quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Denuncia de falta de merenda leva emissora de rádio ao povoado Carié em Canapi.

Prefeito chegou a ligar para o apresentador Flávio Henrique durante a transmissão do programa Liberdade de Expressão pela rádio milênio em Santana do Ipanema para rebater a denuncia feita pela mãe de um aluno da Escola José Fonseca Lins.

Por: Marcio Martins

Na ultima terça-feira (01) a mãe de um aluno da Escola Municipal José Fonseca Lins no povoado Carié, entrou em contato com o apresentador Flávio Henrique do programa Liberdade de Expressão pela Rádio Milênio em Santana do Ipanema para denunciar que seu filho estaria sendo liberado mais cedo das aulas por falta de merenda. 

Informado da denuncia que estava sendo relatada ao vivo, após a fala da denunciante o prefeito Celso Luiz entrou em contato com a emissora para rebater a acusação, convidando a equipe do programa para fazer uma visita a instituição de ensino e comprovar que a denuncia não era verdadeira. Aceitando o convite do gestor, o apresentador Flávio Henrique enviou ao povoado Carié na manhã desta quinta-feira(03) o repórter Anilson Matheus, que visitou a escola e pôde constatar que pelo menos naquele momento a denuncia não condizia com a realidade. O repórter também conversou com a diretora Maria de Lourdes Alves da Silva, que atribuiu a denuncia a questões politicas. "São pessoas desinformadas que não querem ver o "governo da reconstrução" ir pra frente e que não se conformam com a vitória do nosso prefeito" - Disse.

Apesar de negar que na escola estava faltado merenda, Maria de Lourdes reconheceu que houveram alguns dias em que os alunos foram liberados mais cedo, mas não por falta da merenda em si, mas de alguns itens como; verduras e carne. E como os alunos não gostam de soja, decidiu libera-los mais cedo, mas que não deve mais se repetir. "Nem que seja dado suco com bolacha, mas nenhum aluno ficará sem merenda" se comprometeu a diretora com a equipe do programa Liberdade de Expressão. 

Ao ouvir a garantia feita pela direta o apresentador Flávio Henrique a advertiu dizendo que não era bem assim e que a mesma deve fornecer uma merenda de qualidade as crianças. A diretora então se justificou dizendo que o que quis dizer era que suco com bolacha só em casos extremos.

Cerca de 415 alunos estudam na instituição de ensino, inaugurada no ultimo dia de governo do ex-prefeito José Hermes de Lima, após anos de cobranças da população, visto que a antiga escola oferecia risco de vida aos alunos que diariamente tinham que atravessar a BR-316 para assistir as aulas.

Um comentário:

  1. Mande a Milenio Vir ao povoado Santa Cruz, aqui a coisa nao é diferente, as crianças tem que sair no recreio por falta de merenda, tem dias que nem suco com bolacha.

    ResponderExcluir