sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Prefeitura Municipal homenageia Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias de Inhapi.


Profissionais desfrutaram de um grandioso almoço, em um dia marcado por bonitas homenagens a categoria.
Por: Redação 
Créditos: Ascom/Inhapi
O Dia Nacional do Agente Comunitário de Saúde e do Agente de Endemias foi comemorado com festa pela Prefeitura Municipal de Inhapi, que promoveu um grandioso almoço em homenagem a categoria que dia a dia contribue muito para melhorar a saúde da população.
O Dia Nacional do Agente Comunitário de Saúde foi instituído pela lei Federal 11.585 de 2007 e, desde então, é comemorado em 04 de outubro.
Participaram do evento 51 agentes comunitários de Saúde e 15 de endemias, entre eles, a mais antiga agente de saúde do municipio, a aposentada Maria Damasceno que foi homenageada e presenteada pela primeira dama Dora e pela secretária adjunta de saúde Rosinha Guerra pelo seu empenho e amor dedicado a população do municipio.
O encontro realizado no Clube de eventos JB contou também com a presença das médicas cubanas, Dra. Bárbara e Dra. Júlia, além de enfermeiros Robison, Jéssica e Naiza, auxiliares Sheilla, Neide, Edilson Antônio e demais profissionais da saúde, dentre eles o Assistente Social e coordenador o Sr. Severino e o Assistente Social Gildálio, o chefe de gabinete o sr. Lima, o Engenheiro Bruno, o coordenador da vigilância epidemiológica o sr. Carlos, Coordenador de Endemias Acildo Gama, os Agentes de Endemias de Maravilha e Ouro Branco, o Pastor Vagner da Promissão, a secretária adjunta de educação Selma,  a vereadora Niquinha, a vice-prefeita Cristina Carvalho e o prefeito José Cicero Vieira, que falou da satisfação em poder homenagear profissionais que cuidam da saúde da população e conhecem como poucos o sofrimento e as angustias de cada morador do municipio.
Conheça um pouco mais sobre o trabalho deste importantes profissionais.
O trabalho do agente comunitário de saúde é fundamental para a promoção da saúde e a prevenção de doenças, pois ele reside na micro área onde é lotado, conhecendo de perto as demandas da população e favorecendo uma relação mais estreita dos moradores com outros profissionais e unidades de saúde. Ele representa o principal elo entre a comunidade e os serviços de saúde. O agente de saúde atua junto às equipes do Programa de Saúde da Família e Comunidade (PSF) com a função de conhecer a realidade da população no que se refere a aspectos socioeconômicos, demográficos, culturais e epidemiológicos, identificando problemas de saúde mais comuns e os riscos de exposição a doenças. O agente comunitário de saúde foi incorporado às equipes do PSF pelo Ministério da Saúde em 1991.
Já o agente de endemias exerce um trabalho imprescindível para diminuir a incidência de doenças na cidade. Ele atua no controle da dengue, leishmaniose visceral (calazar), leptospirose, raiva e doença de Chagas; combate a proliferação de baratas, cupins e escorpiões; e realiza o monitoramento domiciliar, inclusive em locais de difícil acesso.







MENSAGEM

 
Ser agente de saúde e agente de combates as endemias é ser povo, é ser comunidade, é viver dia-a-dia a vida daquela comunidade. É ser a ponte entre a população e os profissionais e serviços de saúde para melhorar suas condições de vida. Os agentes comunitários e os agentes de combate as endemias são os mensageiros de saúde de sua comunidade. Os agentes fazem visitas domiciliares mensalmente nos municípios, e acompanham o dia-a-dia das famílias. São profissionais que percorrem as ruas dos bairros, do centro e zona rural, visitando famílias, levando cidadania. Muitas vezes esses profissionais enfrentam sol quente e adversidades, mas exercem o seu papel de orientador. Os agentes comunitários de saúde e de combates as endemias são o "termômetro" da saúde brasileira, disso, todos são testemunhas. Pois, no âmbito da saúde, só eles conhecem de perto a realidade e a intimidade das famílias. Há determinado momentos em que esse profissional de feitos heróicos é mal interpretado por pessoas que desconhecem o seu real papel. Mesmo assim, o ACS e ACE não se dão por vencido e seguem adiante na caminhada do seu cotidiano.
Parabéns!

2 comentários:

  1. Dona Maria meus parabéns pelo reconhecimento pelos seus anos dedicados a esta profissão que muito precisou de sua pessoa. Que Deus continue lhe abençoando e lhe dê muitos anos de vida. Lhe admiro pela sua persistência e força. Um grande abraço! :)

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir