segunda-feira, 4 de maio de 2015

Jovem é acusado de abuso sexual contra menina de nove anos em Inhapi

Vítima é irmã da esposa do rapaz que está foragido da polícia desde o ocorrido

Cortesia/Central do Sertão
Fotos Central do sertão
Um jovem identificado como Sirlânio Severo, 20, está sendo acusado de abusar sexualmente de uma menina de nove anos de idade, na última quinta-feira (30), no município de Inhapi. A criança é cunhada do rapaz que está foragido desde o dia do ocorrido.


A doméstica Lidiane Olímpio dos Santos, 34, mãe da vítima e sogra do acusado, relatou para a reportagem que estava no trabalho, no momento em que o genro saiu de motocicleta com a filha, alegando que iria comprar um refrigerante. “A esposa dele, que também é minha filha, foi quem autorizou o marido a sair com a irmã. Quando cheguei em casa, liguei para ele para ficar sabendo onde estava com a menina e o mesmo me disse que estava na residência de um tio, mas que já iria retornar”, acrescentou.


Fotos: Central do sertão
O homem somente teria retornado para a residência da sogra por volta de 1h da sexta-feira (1), cerca de nove horas depois da ligação. “Minha filha chegou em casa assustada e com arranhões nas costas. Questionei o que tinha acontecido e meu genro explicou que pelo fato da moto que conduzia não está licenciada, ao avistar uma viatura da polícia, fugiu por outra rua e durante a ação os dois acabaram caindo com o veículo”, disse.

Por não acreditar na versão do genro, Lidiane dos Santos resolveu interrogar a filha e se surpreendeu com o que ouviu dela. “Ela me disse que ele a levou para um lugar na zona rural, levantou o vestido dela e começou a passar a língua em suas partes íntimas. Disse ainda que o mesmo lhe mostrou o órgão genital e tentou manter relação sexual com ela.” Relatou a mãe.


Ainda de acordo com Lidiane, a filha disse também que o acusado tentou lhe esganar e por pouco não a atingiu com uma pedra na cabeça. Além disso, o mesmo teria ameaçado ela de morte para que não revelasse o que havia acontecido.


Diante do relato da filha, pela manhã, Lidiane dos Santos procurou a Delegacia Regional de Polícia (1ª-DRP), sediada em Delmiro Gouveia, e denunciou o genro por abuso sexual. Depois disso, uma guarnição do Grupamento de Polícia Militar (GPM) de Inhapi foi até a residência do acusado, no Sítio Boa Vista, zona rural do município, mas o mesmo não foi encontrado.


A esposa de Sirlânio, uma adolescente de 14 anos, defende que o marido é inocente e que a irmã mais nova está mentindo. “Ele sempre foi uma pessoa muito boa com essa menina. Não acredito que ele tenha feito isso com ela. Minha mãe é quem a está obrigando a fazer essas acusações contra meu marido”, disse.


Ainda conforme a menor, o companheiro com quem tem uma filha de apenas cinco meses não fugiu por causa da acusação de abuso sexual, mas pelo fato de possuir uma motocicleta com irregularidades. Ela diz que ele até pensou em comparecer à delegacia de polícia, mas depois foi aconselhado pelos familiares a continuar foragido.


A menina foi levada para o Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca para realização de exame de conjunção carnal. O caso deverá ser investigado pela equipe policial do delegado José Walter Fontes Cunha, titular da delegacia do município onde aconteceu o crime.
Matéria Minuto Sertão
Fotos: Central do Sertão

Nenhum comentário:

Postar um comentário