domingo, 24 de junho de 2018

Em meio a uma crise política sem precedentes, Mata Grande parece ter encontrado o caminho da reconstrução.


Com vitória praticamente confirmada no TJ/AL, fornecedores voltam a confiar na estabilidade política/administrativa do município e prefeito promete reconstruir uma nova Mata Grande.

Por: Redação
Crédito: Ascom

Em meio a uma enxurrada de problemas administrativos fruto de uma crise política sem precedentes no município de Mata Grande desde o afastamento do prefeito Erivaldo Mandu, Mata Grande parece ter encontrado o caminho da reconstrução.

Com vitória praticamente confirmada no TJ/AL, fornecedores voltam a confiar na estabilidade política/administrativa do município e prefeito promete reconstruir uma nova Mata Grande, afinal de contas, não é a toa que o gestor recentemente conseguiu viabilizar o pagamento de uma dívida de aproximadamente 300 mil reais restabelecendo a compra de medicamentos para a população, além da assinatura da ordem de serviço para a construção de 17 casas na Serra do Sobrado em substituição as casas de taipa, de modo a combater e erradicar a Doença de Chagas e ainda dar maior dignidade aos moradores de uma das comunidades mais carentes do município.

Outra importante ação que engloba este grande desafio de reconstrução de uma nova Mata Grande firmado pelo prefeito Erivaldo Mandú, por sinal, bastante elogiada pelos matagrandenses, foi o pagamento dos 8% de reajuste salarial da educação, tanto para os professores, quanto para os profissionais do quadro administrativo (Vigias, Serviçais, Merendeiras, auxiliares e agentes administrativos), o que também impulsionou a economia local formal e informal.

E nos próximos meses será as vez da aquisição de 07 (sete) novos veículos para reforçar a frota do município, tudo isso pensado com o objetivo de melhorar a oferta dos serviços públicos e o melhor atendimento possível em saúde, com o respeito e atenção que a população de Mata Grande merece.



Nenhum comentário:

Postar um comentário