Faça-nos uma visita!

terça-feira, 12 de junho de 2018

Julgamento que pode afastar novamente o prefeito de Mata Grande Erivaldo Mandu é adiado a pedido do relator.


Resultado de imagem para mandu mata grande
Decisão ficará para a próxima sessão do pleno do TJ/AL marcada para a próxima terça-feira (19).

Por: Redação
Crédito: Divulgação

Nesta terça-feira (12), o Desembargador Sebastião Costa Filho, relator do processo que envolve o atual prefeito de Mata Grande Erivaldo Mandu, pediu a retirada de pauta do julgamento de um recurso impetrado pelo MPE contra a decisão do pleno do TJ/AL que retornou Mandu ao cargo meses depois de sua prisão e afastamento sobre a acusação de crimes de improbidade administrativa.

Apesar da gravidade e materialidade da denúncia apresentada pelo MPE na qual acusa o prefeito e pelo menos quatro vereadores de integrar uma organização criminosa criada com o objetivo de lesar os cofres públicos do município mediante o pagamento de um “mensalinho” de 07 mil reais para cada vereador em troca de apoio político para aprovação de projetos e omissão quanto à fiscalização da prefeitura. Por maioria, o pleno do TJ/AL decidiu pelo retorno do gestor ao cargo, ao tempo em que determinou o afastamento dos vereadores envolvidos. O MPE recorreu da decisão e nesta terça-feira (12) data em que o recurso seria julgado, a pedido do relator, o mesmo foi adiado para próxima sessão do pleno do TJ/AL marcada para a próxima terça-feira (19).



Nenhum comentário:

Postar um comentário