quinta-feira, 12 de julho de 2018

Vereadores votam amanhã proposta de reajuste salarial da educação em Canapi.


Proposta de reajuste é de 8% para os professores e 6% para o quadro administrativo, 2% a mais que a proposta anterior recusada pela categoria.


Por: Redação

O prefeito do município de Canapi Vinícius Mariano pediu e o presidente da Câmara Municipal de Vereadores Aloísio Basílio atendeu, convocando todos os vereadores para uma sessão extraordinária a ser realizada na manhã desta sexta-feira (13) com o objetivo de apreciar e votar a nova proposta de reajuste salarial da educação de 8% para os professores e 6% para o quadro administrativo, 2% a mais que a proposta anterior recusada pela categoria. 

A proposta prevê o pagamento do reajuste em duas parcelas, a primeira ainda este mês de Julho e a segunda no mês subsequente (Agosto), com retroativo ao mês de Maio.

Mas apesar da nova proposta, muitos servidores, em especial os representantes de ambas as categorias (professores e quadro administrativo) escolhidos em assembleia, alegam que não foram comunicados e muito menos decidiram nada com relação a proposta, a qual só tiveram conhecimento através do grupo de WhatsApp do SINDSCAN - Sindicato dos Servidores Públicos de Canapi, que por iniciativa própria sem ouvir a categoria para discutir a proposta, decidiu por sua aceitação baseado por opiniões de servidores ligados politicamente ao gestor municipal, que não participaram de nenhuma assembléia e muito menos integram qualquer comissão.

Essa insatisfação dos membros da comissão também se deu pela falta de consideração do presidente do sindicato em não consultá-los uma vez que a proposta aprovada pela categoria durante a assembleia, foi de igual percentual de reajuste (8%) para ambas as categorias. E o mais curioso... a votação e aprovação do projeto na Câmara Municipal já é amanhã e simplesmente o SINDSCAN optou por não fazer nenhuma convocação oficial para a categoria se fazer presente a sessão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário