11/03/22

Repasses do Governo Federal via Fundeb para Itaíba\PE ultrapassam R$: 05 milhões de reais em apenas dois meses.

 

Apesar dos recursos em conta, professores da rede municipal de ensino ainda não sabem quando seus salários serão reajustados conforme o novo piso salarial nacional do magistério. 

Por: Redação

Desde o dia que o Presidente da República Jair Messias Bolsonaro autorizou o reajuste de 33,24% sobre o Piso Salarial Nacional do Magistério a partir de Janeiro deste ano (2022), professores de todo o Brasil vivem a expectativa de recompor um pouco do que perderam em seus vencimentos durante o congelamento de salários na pandemia. Todavia, para a tristeza de muitos educadores; governadores e prefeitos se colocam contra o reajuste nacional propondo percentuais bem abaixo do reajuste nacional, algo variando em média entre 7% e 14%. 

Vale ressaltar que para garantir o reajuste do piso salarial nacional aos professores, o MEC\ME publicou a Portaria de Nº 11 estabelecendo os parâmetros referenciais anuais do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - Fundeb para o exercício de 2022 (Confira Aqui!), nas modalidades Valor Anual por Aluno - VAAF e Valor Anual Total por Aluno - VAAT. Em resumo, o presidente Jair Bolsonaro só autorizou o reajuste de 33,24% sobre o Piso Salarial Nacional do Magistério, porque já tinha a garantia do MEC que estados e municípios receberiam os recursos necessários. 

E esses recursos já começaram a cair nas contas dos municípios, através dos repasses do Governo Federal via Fundeb, a exemplo do município de Itaíba\PE que de acordo com o SISBB – Sistema de Informações Banco do Brasil, em apenas dois meses (Janeiro e Fevereiro) do corrente ano (2022) recebeu R$: 5.175.446,41 (Cinco milhões, cento e setenta e cinco mil, quatrocentos e quarenta e seis reais e quarenta e um centavos). Confira no link a seguir: https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/demonstrativo,802,4647,4652,0,1,1.bbx?cid=536808

Apesar dos recursos em conta, professores da rede municipal de ensino ainda não sabem quando seus salários serão reajustados conforme o novo piso salarial nacional do magistério.