terça-feira, 15 de setembro de 2015

Bezerro de duas cabeças nasce após vaca receber embrião gerado em laboratório

Animal nasceu morto e vaca também teve que ser sacrificada durante o parto
Bezerro de duas cabeças nasceu em Jacaré dos HomensO nascimento de um bezerro de duas cabeças foi registrado essa semana, no povoado Baixas, zona rural de Jacaré dos Homens, no Sertão de Alagoas. O fato chamou a atenção dos moradores e dos criadores de gado da comunidade. O bezerro nasceu morto e, durante a realização do parto, a vaca também teve que ser sacrificada.

Segundo informações recebidas pelo Minuto Sertão, ele foi gerado por meio do uso de um embrião desenvolvido em laboratório. A vaca do agricultor era, portanto, a chamada “barriga de aluguel”, ou seja, apenas carregava a cria no ventre, mas não compartilhava com ela nenhuma de suas características genéticas.

O repasse de embriões de alto padrão genético para associações de agricultores familiares ocorre por meio de uma iniciativa do governo do Estado. Esse é o segundo caso de nascimento de bezerro com duas cabeças a partir dos embriões doados pelo programa estadual, porém, segundo o superintendente de Desenvolvimento Agropecuário da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seapa), Hibernon Cavalcante, esses nascimentos ocorreram devido a anomalias genéticas.

Ele destacou que, em 2014, mil gestações de bezerros gerados a partir de embriões de alto padrão genético foram realizadas em animais de agricultores familiares, sendo 15% machos e 85% fêmeas. Este ano já foram quase duas mil gestações, segundo Hibernon.

“Esse programa está promovendo o acesso a uma tecnologia diferenciada e já beneficia 750 produtores familiares alagoanos. Eu considero que essa é a segunda revolução em termos de genética na bovinocultura de leite que ocorre em Alagoas”, destacou o superintendente.

Ele informou ainda que os bezerros nascidos por esse procedimento são da raça girolando três quartos, ou seja, darão origem a animais adaptados às condições naturais do Estado e vão incrementar a produtividade de leite dos pequenos agricultores.

  Fonte: Minuto Sertão

Um comentário: