PREFEITURA DE INHAPI

quinta-feira, 11 de maio de 2017

EU SOU TEU DEUS

Escuta, povo meu, e eu falarei, ó Israel e eu testemunharei contra ti. Eu sou Deus, o teu Deus. Sal. 50:7

Existem muitas vozes. Todos pretendem ter a sua verdade. Não é politicamente correto achar que há uma só verdade. O relativismo deu origem ao pluralismo. Todos querem ser ouvidos. Do o ponto de vista bíblico as pessoas precisam ser escutadas e respeitadas.

Deus deu a cada um, o direito de escolher o seu caminho. Nem o próprio criador obriga a criatura a aceitar algo se ela não quer.

Ao povo de Israel Deus disse: “te propus a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe por, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência.” Deut. 30:19

No salmo de hoje Deus pode ser ouvido. O ser humano parece disposto a ouvir qualquer voz, menos a de Deus. Cria suas próprias teorias, estabelece seus critérios, define seus valores, determina o que é moral ou imoral. Mergulha nas suas filosofias existencialistas, no seu raciocínio humanista e fazendo uso da liberdade que Deus lhe deu, nega inclusive, o seu criador.

Mas Deus pede: “Escuta, meu povo”. Por que Deus deseja ser ouvido? Por que chama a atenção das pessoas? “Eu sou Deus, o teu Deus”, disse Ele. Ele  precisa da obediência dos seus filhos para continuar sendo Deus? Nutre-se  da atitude servil de suas criaturas? Claro que não.  Ele chama a atenção dos filhos,  porque deseja vê-los feliz. Ele conhece o fim desde o princípio,  sabe, melhor do ninguém, o que é certo e o que é errado, conhece o caminho que conduz a vida ou a morte. Ele é Deus.

O ser humano cria uma infinidade de pequenos deuses: idéias, filosofias,  objetos. Prefere ouvir esses deuses fabricados. Ao fazê-lo,  segue suas próprias inclinações. Mas Deus lembra. “Eu sou Deus, o teu Deus”. Você pode dizer: “Sim, Senhor, eu te aceito, ou pode também seguir andando nos seus caminhos e escolhendo as suas veredas.”

De que tamanho é o seu Deus? Isso vai determinar a sua atitude diante dos problemas da vida. Um Deus pequeno pode funcionar quando tudo vai bem, mas quando a tormenta chegar, que “energia” é capaz de livrá-lo da angústia? Por isso hoje, ouça o Senhor dizendo: Escuta povo meu, eu falarei… Eu sou, o teu Deus.”

Alejandro Bullón

Nenhum comentário:

Postar um comentário