07/12/20

[CANAPI] Secretário de Educação não libera servidores da educação para participar de Assembléia Geral do SINDSCAN, mas diretoria mantém data e emite nota de repúdio.

 
Luiz Vieira vetou a liberação sugerindo o adiamento da assembléia por conta da Covid-19, contrariando inclusive a decisão dos seus colegas secretários de saúde, urbanismo e GCM que liberaram os servidores de suas respectivas pastas.

Por: Redação com Assessoria / Crédito: Divulgação/Blog C.A

Quem diria que o mesmo professor que tanto se disse perseguido na gestão do ex-prefeito Celso Luiz, quando a época vereador Arnaldo Barbosa, hoje vereador eleito aliados do mesmo grupo político “pediu sua cabeça” e de outros professores da escola Ananete Cavalcante no povoado Forquilha, iria ser protagonista de tantos ataques aos direitos da própria categoria a qual pertence? Seria isso retaliação a derrota de sua namorada nas eleições sindicais em Agosto/2020 na qual o mesmo se empenhou tanto para eleger? Talvez! Porém, seus ataques ao SINDSCAN – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Canapi continuam, desta vez, proibindo a liberação dos servidores da educação para participar da Assembléia Geral da categoria que recentemente sofreu o pior ataque aos seus direitos desde a fundação do sindicato com a retirada do desconto da mensalidade sindical na folha de pagamento dos servidores públicos, decisão considerada inconstitucional pelo STF – Supremo Tribunal Federal no julgamento da (ADI 962 MC).

Vale destacar que a decisão do secretário Luiz Vieira que ainda teve a ousadia de sugerir o adiamento da assembléia por conta da Covid-19, contrariou inclusive seus colegas secretários de saúde, urbanismo e GCM que liberaram os servidores de suas respectivas pastas.

A decisão do secretário revoltou a direção do SINDSCAN a qual emitiu a seguinte nota de repúdio:

Saudações servidores!

Venho através deste, informar que o que já imaginávamos aconteceu, a Secretaria Municipal de Educação através do seu Secretário Luiz Vieira negou a liberação dos servidores para a nossa Assembléia com a desculpa infundada de que devido a Covid-19 a liberação dos servidores da educação desajustaria o calendário escolar, sugerindo que adiássemos a assembléia para a próxima sexta-feira, pois segundo ele o feriado de amanhã foi transferido para sexta. Contudo, a essa altura é praticamente impossível mudarmos a data, tanto por conta da facilidade de logística dos servidores para deslocamento no dia da feira livre até a nossa sede, quanto das articulações que já fizemos para a quarta-feira com a CUT e demais entidades sindicais que estão nos apoiando neste momento de perseguição como nunca antes aconteceu na história desse sindicato.

Destaco ainda, que todos os servidores já estão informados da data que escolhemos para a assembléia e que por mais batalhas que esse sindicato já tenha enfrentado desde sua fundação em defesa dos direitos de vocês servidores, nunca houve impedimento algum por parte das gestões municipais passadas, inclusive durante a gestão do pai do atual prefeito quanto a liberação dos servidores para assembléia geral da categoria, essa é a primeira vez, assim como ocorreu com a retirada da mensalidade sindical em folha de pagamento.

Por todo o exposto, reforçamos a necessidade do comparecimento de todos e todas, haja vista que estamos falando do futuro do sindicato e principalmente da defesa dos direitos de todos amplamente ameaçados por esse governo municipal que decidiu tratar o sindicato e seus servidores como inimigos. Lembrando que é um direito do servidor consagrado na Constituição Federal a filiação sindical e a participação em assembleias e atos públicos em defesa da garantia dos seus direitos também estabelecidos nesta mesma constituição.

Informo também que comandante do GCM secretário de  saúde e de urbanismo liberaram todos os funcionários  sindicalizados  para participarem da assembléia em uma atitude  republicana.

Sem mas para o momento e no aguardo do comparecimento de todos e todas, renovamos votos de elevada estima e consideração.

 Att;

Uilo Paulino (Presidente)

Diretoria Executiva e Conselho Fiscal - SINDSCAN - CANAPI/AL