07/12/20

[Negligência ou Falha mecânica?] Depoimento do motorista da Localima deve ajudar a polícia a esclarecer o que de fato causou a tragédia com ônibus que abalou o país.

 

A polícia quer saber por que o condutor fugiu do local e se o mesmo confirma a informação de testemunhas de que teria parado o ônibus na ladeira após colidir o retrovisor do veículo em um caminhão.

Por: Redação / Crédito: Reprodução - Fantástico/Rede Globo

O motorista Luiz Viana de Lima que dirigia o ônibus da empresa Localima no momento da tragédia que vitimou 19 pessoas no município de João Monlevade/MG e que supostamente pulou do veículo no momento em que o mesmo descia de ré até despencar da ponte em um dos trechos da BR-381, se apresentou a Polícia Civil (PC/MG) quatro dias depois da tragédia.

Luiz Viana que é alagoano prestará depoimento ao delegado Paulo Tavares que coordena as investigações e que entre tantas indagações quer saber do condutor o porquê de ter fugido do local da tragédia e se o mesmo confirma a informação de testemunhas de que teria parado o ônibus na ladeira após colidir o retrovisor do veículo em um caminhão ou se de fato houve falha mecânica.

Quem também prestará depoimento é a filha da proprietária da Localima com sede em Mata Grande a qual já está na delegacia de João Monlevade/MG.